PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Quase meia hora de papo e nada de bola para os titulares do São Paulo

Depois de vencer o Linense e folgar na segunda, o elenco do São Paulo voltou ao trabalho no CT da Barra Funda na tarde dessa terça-feira, debaixo de chuva. Dorival Júnior, talvez com a intenção de minimizar o desgaste físico de seus jogadores, passou cerca de 30 minutos orientando posicionamento e conversando de forma reservada, [?]

18:45 | 06/03/2018

Depois de vencer o Linense e folgar na segunda, o elenco do São Paulo voltou ao trabalho no CT da Barra Funda na tarde dessa terça-feira, debaixo de chuva. Dorival Júnior, talvez com a intenção de minimizar o desgaste físico de seus jogadores, passou cerca de 30 minutos orientando posicionamento e conversando de forma reservada, no centro do campo, com seus titulares. Apesar do treinador ter vetado a gravação de imagens, a bola sequer foi utilizada nesse momento do treino.

Éder Militão ficou apenas no Reffis por causa de uma gripe, mas não deve ser problema para o clássico dessa quinta, contra o Palmeiras, no Allianz Parque. Mesmo assim, Bruno não foi chamado para participar do trabalho com o grupo principal. Jean também não participou para fazer os tradicionais treinos específicos para os goleiros.

Dorival, então, armou a equipe com: Rodrigo Caio, Arboleda, Edimar, Hudson, Petros, Marcos Guilherme, Valdívia, Cueva e Brenner. Reinaldo e Jucilei, com lesões na coxa, sequer apareceram no gramado e estão vetados para o Choque-Rei, assim como Sidão.

A boa notícia poderia surgir por meio de Anderson Martins. Afastado há duas semanas por causa de dores na região cervical, o zagueiro fez uma atividade física complementar à parte no campo. No entanto, em conversa rápida com a reportagem da Gazeta Esportiva, o jogador esclareceu que apesar de já ter se recuperado do problema, ainda precisa readquirir a condição ideal para ficar à disposição de Dorival.

Diego Souza, Nenê e todos os jogadores reservas aptos a jogar fizeram um treino com bola intenso e longo. Foram pelo menos 30 minutos a mais de atividade em relação aos titulares.

Nessa quarta-feira à tarde, o elenco são-paulino volta a trabalhar no CT para fazer os últimos ajustes antes do embate contra o Palmeiras. O Tricolor nunca venceu na reformada casa alviverde e espera quebrar esse tabu para, enfim, embalar na temporada.

 

Gazeta Esportiva

TAGS