PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Pelas quartas do Gauchão, Avenida e Caxias empatam em jogo polêmico

A primeira partida das quartas de final do Campeonato Gaúcho, empate por 1 a 1 entre Avenida e Caxias, teve emoção até o apito final. Gol anulado, pênalti marcado e desmarcado, confusão e polícia em campo fizeram parte da partida deste sábado. Na primeira fase do campeonato, a única derrota do Caxias foi justamente contra [?]

20:30 | 17/03/2018

A primeira partida das quartas de final do Campeonato Gaúcho, empate por 1 a 1 entre Avenida e Caxias, teve emoção até o apito final. Gol anulado, pênalti marcado e desmarcado, confusão e polícia em campo fizeram parte da partida deste sábado.

Na primeira fase do campeonato, a única derrota do Caxias foi justamente contra o Avenida fora de casa. Pela 10ª rodada, o Avenida venceu o Caxias por 1 a 0 com gol de Welder no Estádio dos Eucaliptos, palco também da partida deste sábado.

As equipes voltam a se enfrentar já nesta terça-feira, no Estádio Centenário de Caxias, às 21h30 (de Brasília). O vencedor enfrenta Grêmio ou Internacional, que se enfrentam neste domingo.

O jogo ? Jogando em casa, o Avenida não perdeu tempo e assustou logo no primeiro minuto com roger. O lateral-esquerdo fez boa jogada pela ponta e invadiu a área, mas finalizou para fora. Demorou para o Caxias responder, mas aos 14 minutos a defesa dos visitantes teve de trabalhar em cruzamento de Túlio Renan que quase chegou em Diego Miranda.

Aos 22 minutos, a equipe de Caxias do Sul marcou o primeiro gol das quartas de final do Gauchão. O meio-campista Diego Miranda chutou forte, de fora da área, para marcar um belo gol. O goleiro Fabiano bem que tentou, mas não conseguiu impedir o gol dos visitantes.

Dez minutos depois, aos 32, o Avenida balançou as redes, mas o gol foi anulado. Após cobrança de escanteio, o ataque avenidense completou para o gol, mas o árbitro marcou toque de mão e invalidou o empate.

No entanto, os donos da casa balançaram a rede novamente e desta vez o gol valeu. O lateral-direito Itaqui cobrou falta em direção à área e acertou a cabeça do zagueiro Claudinho, que tirou do goleiro Gledson e empatou a partida antes do intervalo.

O segundo tempo começou mais movimentado do que o anterior. O Caxias teve duas boas chances aos cinco e aos sete minutos, mas nenhuma se concretizou em gol. Aos oito, o Avenida respondeu com Alexandre, que chutou na rede pelo lado de fora.

O próprio Alexandre levou perigo novamente aos 25 minutos. O meia veterano arriscou de fora da área, mas a bola foi para fora. Pouco depois, aos 29, o lateral-esquerdo do Caxias, Roger, evitou que Diego Miranda recebesse cruzamento na pequena área podendo marcar seu segundo gol do jogo.

Depois de tanto tentar, parecia que o Avenida teria a grande chance de finalmente marcar o gol de desempate. Nos acréscimos, o árbitro marcou pênalti para os donos da casa após Alexandre, nome do segundo tempo, ser derrubado na área por Cleiton. No entanto, após conversar com o assistente, o juiz voltou atrás na marcação, irritando os jogadores avenidenses. A polícia teve de entrar em campo para conter os ânimos.

Na confusão, Marabá, volante do Caxias, e Luís Henrique, zagueiro do Avenida, foram expulsos. A partida foi retomada dez minutos depois da marcação do pênalti com bola ao chão, mas nenhum time conseguiu tirar o 1 a 1 do placar nos momentos finais.

Gazeta Esportiva

TAGS