PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Nenê admite incômodo com banco, mas se conforma: ?Faz parte?

O meia Nenê, reserva do São Paulo nas últimas três partidas, admitiu estar incomodado com o banco de reservas. Aos 36 anos, no entanto, o jogador garante respeitar a decisão do técnico Dorival Júnior. ?(Ficar no banco) É uma coisa que faz parte. É claro que eu preferiria estar jogando, trabalho a cada dia para [?]

08:15 | 05/03/2018

O meia Nenê, reserva do São Paulo nas últimas três partidas, admitiu estar incomodado com o banco de reservas. Aos 36 anos, no entanto, o jogador garante respeitar a decisão do técnico Dorival Júnior.

?(Ficar no banco) É uma coisa que faz parte. É claro que eu preferiria estar jogando, trabalho a cada dia para isso. Mas, infelizmente, não sou eu quem decide. Mas estou procurando ajudar da melhor maneira possível?, afirmou o camisa 7, em entrevista ao canal Premiere.

Na noite deste domingo, Nenê conseguiu ajudar. Acionado aos 18 minutos do segundo tempo do duelo com o Linense, no lugar de Cueva, o veterano cobrou escanteio na cabeça do zagueiro Rodrigo Caio, que marcou o gol da vitória por 2 a 1 nos acréscimos da partida disputada no Estádio Gilbertão.

?Consegui ajudar com esse último passe e fiquei muito feliz. O campo não estava nas melhores condições, e eu entrei num momento em que estava um pouco complicado. O importante é que não desistimos e no último minuto conseguimos fazer o gol?, avaliou o jogador de 36 anos, que soma dois gols e uma assistências pelo São Paulo.

Com Nenê provavelmente no banco, o Tricolor vira o seu foco para o clássico contra o Palmeiras, nesta quinta-feira, às 20h30 (de Brasília), na arena alviverde. Com 14 pontos ganhos, o time do Morumbi lidera o Grupo B do Campeonato Paulista, seguido por São Caetano (10), Ponte Preta (10) e Santo André (8).

Gazeta Esportiva

TAGS