PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Interino da Itália vê futuro promissor na seleção, mas pede paciência

A seleção italiana vive um dos piores momentos de sua história. Em 2018, pela primeira vez em 60 anos, a Itália não participará da Copa do Mundo após derrota na repescagem das eliminatórias frente à Suécia. No entanto, Luigi Di Biagio acredita que a Azzurra voltará ao alto nível de outros tempos em breve, mas [?]

16:30 | 23/03/2018

A seleção italiana vive um dos piores momentos de sua história. Em 2018, pela primeira vez em 60 anos, a Itália não participará da Copa do Mundo após derrota na repescagem das eliminatórias frente à Suécia. No entanto, Luigi Di Biagio acredita que a Azzurra voltará ao alto nível de outros tempos em breve, mas pediu paciência aos italianos.

?A partir de amanhã recomeçamos e devemos fazê-lo rapidamente, com o devido entusiasmo. Dando espaço aos jovens, mas com a devida paciência?, disse o treinador italiano em coletiva antes do amistoso contra a Argentina. ?Aqueles que amam a Itália, independente de quem seja o técnico e o presidente, devem ter paciência?.

Quem também falou na coletiva foi Buffon, que retoma a camisa 1 e a faixa de capitão da seleção italiana. O goleiro da Juventus foi convocado para os amistosos contra Argentina e Inglaterra e diz que ainda tem a agregar. ?Não estou aqui para passear, mas para ser útil. Tenho 40 anos, mas sou o goleiro da Juventus?.

Mesmo fora da Copa do Mundo da Rússia, a Itália fará nos próximos dias dois amistosos importantes já na preparação para a Copa de 2022, no Catar. Sem o lesionado Chiellini, a Itália enfrenta a Argentina nesta sexta-feira. Já na próxima terça-feira, o adversário da Azzurra é a Inglaterra de Harry Kane.

Gazeta Esportiva

TAGS