PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Diniz reclama de expulsão e não lamenta empate na Arena

O Atlético Paranaense não passou de um empate sem gols no jogo de ida, em plena Arena da Baixada, diante do Ceará, pela terceira fase da Copa do Brasil, deixando tudo em aberto no confronto entre as equipes. O técnico Fernando Diniz reclamou muito da expulsão do zagueiro Thiago Heleno, antes dos 20 minutos de [?]

00:30 | 01/03/2018

O Atlético Paranaense não passou de um empate sem gols no jogo de ida, em plena Arena da Baixada, diante do Ceará, pela terceira fase da Copa do Brasil, deixando tudo em aberto no confronto entre as equipes. O técnico Fernando Diniz reclamou muito da expulsão do zagueiro Thiago Heleno, antes dos 20 minutos de partida, lance que modificou totalmente o panorama do jogo.

?A expulsão achei absurda, eu estava bem de frente para o lance. O Thiago tentou ir só na bola, estava de lado. Ele (árbitro) alegou excesso de força, mas não teve nada a ver. Não era falta nem para amarelo. E isso comprometeu muito o jogo?, disse o treinador, que credita as dificuldades a falta de um jogador em campo. ?Estar com um a menos para fazer o encaixe de marcação, em uma mata-mata contra um time de Série A. Tivemos muita coisa positiva, outras não tão boas, mas muito por conta da expulsão?, acrescentou.

O comandante rubro-negro viu em campo, em sua ótica, um Furacão superior, mas que não lamenta a igualdade ao final dos 90 minutos. ?As chances que o Ceará teve no jogo, nós entregamos no meio do caminho. Eles não produziram absolutamente nada. A gente teve personalidade para jogar e, com posse no campo de ataque, conseguimos levar perigo. A gente ganhou um ponto aqui, não perdeu dois?, avaliou.

Com a equipe ainda precisando de mais ritmo de jogo, Diniz vai contornando as dificuldades durante os treinos e terá agora 15 dias até o jogo da volta, em Fortaleza. ?O ideal seria ter tido mais partidas, mas equilibramos nos treinamentos, e acabamos ganhando outras coisas. Acho que conseguimos fazer um trabalho ideal para a equipe não sentir a falta de ritmo de jogo?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS