PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Coritiba lamenta gols perdidos e falhas na bola parada

O time alternativo do Coritiba não foi bem em sua estreia na Taça Caio Junior, o segundo turno do Campeonato Paranaense, e perdeu para o Maringá por 3 a 0, em pleno Couto Periera, irritando o torcedor que viu um time sem pontaria e errando demais na defesa, especialmente nas bolas paradas. O zagueiro Alex [?]

21:30 | 04/03/2018

O time alternativo do Coritiba não foi bem em sua estreia na Taça Caio Junior, o segundo turno do Campeonato Paranaense, e perdeu para o Maringá por 3 a 0, em pleno Couto Periera, irritando o torcedor que viu um time sem pontaria e errando demais na defesa, especialmente nas bolas paradas. O zagueiro Alex Alves resumiu bem o que aconteceu, com os 10 minutos e domínio coxa-branca e, na sequência, um festival de erros.

?Saímos chateados porque no início da partida fizemos o combinado. Mas, não adianta pressionar se não fizermos os gols. Lá atrás nós falhamos, não só o setor defensivo, mas na bola parada quando o setor ofensivo também ajuda?, disse o jogador que mesmo com o tropeço ainda pensa na conquista do título antecipado. ?Mas, vamos buscar esse segundo turno para acabar com o campeonato o mais rápido possível?, completou.

Outra novidade na zaga, Alan Costa lamentou o revés logo em sua primeira partida, admitiu falta de ritmo e a necessidade de o time como um todo evoluir. ?Uma estreia ruim, com derrota em casa. A equipe precisa melhorar muito e eu fazia oito meses que não jogava uma partida oficial. Sabemos o que precisamos melhorar e vamos trabalhar para buscar a perfeição?, analisou.

O meia Matheus Galdezani, que retornou ao time titular após uma longa recuperação, acredita que o principal problema da equipe está em não aproveitar suas chances criadas. ?Não tem o que falar. Nosso time começou bem, teve oportunidade de fazer gol. Não concluímos como poderíamos e o futebol não perdoa. Quem não faz, toma. Abrimos o time e eles fizeram os gols. A gente deveria ter feito os gols e não fizemos, isso tem nos prejudicado?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS