PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Blatter volta a se manifestar contra vídeo-arbitragem na Copa do Mundo

Nesta quinta-feira, o ex-presidente da Fifa, entidade máxima do futebol mundial, Joseph Blatter voltou a se posicionar contra a utilização da vídeo-arbitragem na Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia. Por meio de uma de suas redes sociais, o suíço fez um apelo à IFAB (International Football Association Board), órgão responsável pela [?]

12:30 | 01/03/2018

Nesta quinta-feira, o ex-presidente da Fifa, entidade máxima do futebol mundial, Joseph Blatter voltou a se posicionar contra a utilização da vídeo-arbitragem na Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia. Por meio de uma de suas redes sociais, o suíço fez um apelo à IFAB (International Football Association Board), órgão responsável pela determinação das normas do futebol, para que o uso do VAR não seja aprovado para o torneio.

?Um pedido pessoal à IFAB, os guardiões das regras do jogo: a Copa do Mundo Fifa não pode ser objeto de experimento para uma mudança tão importante: o VAR.?, publicou o ex-mandatário, que renunciou do cargo após 17 anos à frente da Fifa, em função de escãndalos de corrupção e violação do código de ética.

 

Blatter já havia criticado a vídeo-arbitragem antes. Em julho de 2017, o suíço mostrou que não é apenas contra a utilização do VAR no Mundial, mas em qualquer circunstância. ?Se você começar a levar a tecnologia para o campo, não para mais. O jogo para mim, torna-se muito menos atraente. Deixe que os árbitros cometam erros! É uma decisão complicada e perigosa, isso que a Fifa está fazendo?, disparou, em entrevista ao portal Sonntags Blick.

 

 

Gazeta Esportiva

TAGS