PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Barça bate Espanyol nos pênaltis e fatura Supercopa da Catalunha

Mesmo sem suas principais estrelas, o Barcelona ergueu seu primeiro troféu na atual temporada. Nesta quarta-feira, a equipe comandada pelo técnico Ernesto Valverde enfrentou o Espanyol pela Supercopa da Catalunha, no estádio Camp d?Esports, em Lleida, e após empate sem gols no tempo regulamentar, acabou vencendo os rivais nos pênaltis por 4 a 2, com [?]

18:45 | 07/03/2018

Mesmo sem suas principais estrelas, o Barcelona ergueu seu primeiro troféu na atual temporada. Nesta quarta-feira, a equipe comandada pelo técnico Ernesto Valverde enfrentou o Espanyol pela Supercopa da Catalunha, no estádio Camp dâ??Esports, em Lleida, e após empate sem gols no tempo regulamentar, acabou vencendo os rivais nos pênaltis por 4 a 2, com direito a gol de Mina na marca da cal e dancinha do colombiano após balançar as redes.

A Supercopa da Catalunha é disputada em jogo único e nesta quarta-feira foi disputada pela terceira vez. Em 2014, o Barça acabou campeão. Já em 2016 foi o Espanyol quem levou a melhor. A disputa é protagonizada pelos dois melhores clubes catalães da Primeira Divisão Espanhola.

A partida contou com uma boa atuação do goleiro reserva do Barcelona, o holandês Cillessen, responsável por manter o placar inalterado ao longo dos 90 minutos. Com a ausência de Messi, Suárez, Coutinho, Iniesta e companhia, alguns novos talentos ganharam oportunidade de mostrarem seu valor.

Um dos destaques, não pelo futebol, mas, sim, pela quebra de um longo jejum, foi Marcus McGuane. Ex-Arsenal, o jovem de 19 anos se tornou o primeiro jogador inglês a disputar uma partida pelo Barcelona desde Gary Lineker, em 1989. O defensor entrou na  vaga de Aleix Vidal já no segundo tempo.

Nos pênaltis, Paco Alcácer foi o primeiro a bater pelo Barcelona e não desperdiçou. Logo em seguida Darder cobrou para o Espanyol, mas mandou para fora. Na sequência ambas as equipes acertaram seus arremates na marca da cal, antes de Mina roubar a cena ao balançar as redes e comemorar com sua famosa dancinha. Hermoso também marcou para o time azul anil, mas Abel Ruiz converteu para o Barça e secou Jurado, que parou em Cillessen e viu os â??primos ricosâ? da Catalunha erguerem o troféu.

Gazeta Esportiva

TAGS