Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Atlético-GO perde, é eliminado e luta contra o rebaixamento no Goiano

Neste domingo, o Atlético-GO perdeu para o Anapolina no Estádio Jonas Duarte, por 2 a 0, e se complicou na classificação do Campeonato Goiano. Sem chances de classificação, dada a vitória do Aparecidense, último time a garantir presença nas semifinais, o time comandado por Cláudio Tencati jogará a última rodada ?apenas? para evitar o rebaixamento. [?]
18:15 | Mar. 18, 2018
Autor -
Foto do autor
- Autor
Tipo Notícia

Neste domingo, o Atlético-GO perdeu para o Anapolina no Estádio Jonas Duarte, por 2 a 0, e se complicou na classificação do Campeonato Goiano. Sem chances de classificação, dada a vitória do Aparecidense, último time a garantir presença nas semifinais, o time comandado por Cláudio Tencati jogará a última rodada ?apenas? para evitar o rebaixamento. Robson e Esquerdinha fizeram os gols da Rubra.

Na quarta posição do Grupo A, com 18 pontos ganhos, o Dragão precisa vencer o Iporá a qualquer custo na última rodada para escapar do descenso à segunda divisão estadual. Com a vitória, o Anapolina, por outro lado, foi a 22 pontos e se tornou o terceiro time a confirmar a classificação para a próxima fase.

O Jogo ? A partida começou disputada, sobretudo no meio de campo, com as equipes brigando pela posse da bola. Porém, quem levou mais perigo ao gol adversário foi o Anapolina, que criou a primeira oportunidade logo no primeiro minuto após o apito inicial.

Esquerdinha recebeu na entrada da área e soltou a canhota. A bola foi para fora, mas passou levando perigo ao gol defendido por Kléver.

Em novo tiro de canto, agora a favor do time da casa, aos 18, Jonas chegou muito perto de abrir o placar, aparecendo bem para escorar a bola dentro da área. Porém, a finalização também não foi no alvo e saiu em tiro de meta. Aos 29, após boa tabela com Esquerdinha, Robson invadiu a área e soltou a bomba. A chute, no entanto, subiu mais do que deveria e acabou passando por cima da baliza.

O Anapolina voltou a assustar aos 36, desta vez em chance clara desperdiçada por Preto. O atacante recebeu cruzamento rasteiro e, na pequena área, conseguiu isolar a bola, no que foi a melhor oportunidade do primeiro período.

Na etapa final, o jogo continuou parelho, mas pelo que fez nos primeiros 45 minutos, o Anapolina acabou abrindo o placar aos 21 minutos. Em cruzamento na área rubro-negra, Jacó subiu e cabeceou a bola na trave. Porém, Robson estava no lugar certo para aproveitar o rebote e empurrar para dentro.

Diante de um Atlético sem nenhum poder de reação, aos 36 minutos, Esquerdinha tratou de colocar um ponto final na partida. O capitão da Rubra recebeu na entrada da área e, com um belo chute, colocou a bola no ângulo de Kléver, acabando de vez com as esperanças rubro-negras de classificação.

Confira todos os resultados do Goianão neste final de semana:

Grêmio Anápolis 0 x 1 Itumbiara

Iporá 4 x 1 Goiás

Aparecidense 2 x 1 Anápolis

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ibram: Elevação da alíquota de CFEM carece de fundamento técnico aprofundado

ECONOMIA
20:11 | Ago. 03, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram) criticou nesta terça-feira, 3, a proposta do relator do projeto do Imposto de Renda, o deputado federal Celso Sabino (PSDB-PA), de elevar a Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM), conhecido como royalties da mineração.
Segundo o Ibram, a proposta - que eleva de 4% para 5,5% a alíquota da CFEM - carece de fundamento em um estudo técnico aprofundado, que leve em consideração vários fatores, inclusive, a situação das mineradoras que atuam no Brasil.
O Ibram citou que o governo federal impôs um "brutal aumento" na cobrança de CFEM em 2017, ao elevar alíquotas e mudar a base de cálculo da compensação, que passou do faturamento líquido para o faturamento bruto das mineradoras. Segundo a associação, isso representou, na prática, um aumento de cerca de 100%.
"A proposta de agora, assim como em 2017, ignora que as mineradoras estão sujeitas a uma carga tributária na casa dos 38%, como outros setores produtivos. A CFEM é mais um encargo que apenas o setor mineral recolhe e é considerado o royalty da mineração", disse o Ibram, em nota divulgada para a imprensa.
O Ibram acrescentou que as exportações de minérios respondem por cerca de 65% do saldo comercial positivo do país. A elevação da alíquota causaria, assim, impactos imediatos na competitividade das mineradoras do Brasil, que enfrentariam concorrentes altamente competitivos, como as da Austrália, que cobra carga tributária geral de 18%. 'Está em risco, além do saldo da balança comercial, o próprio Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. O Brasil não pode abrir mão de receitas importantes, principalmente, em um momento de retomada da economia", avaliou.
O Ibram informou que espera que tanto o relator quanto outros parlamentares avaliem "muito bem" a questão de elevação da cobrança de CFEM antes de "por em risco" a indústria da mineração e as receitas geradas ao País, destacando que o mais recomendável é que o tema seja discutido apenas dentro do contexto da reforma tributária ampla, que o Congresso Nacional tem em pauta.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Prédio comercial na Aldeota registra princípio de incêndio nesta terça

Fortaleza
20:10 | Ago. 03, 2021
Autor Gabriela Almeida
Foto do autor
Gabriela Almeida Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

O Harmony Medical Center, prédio comercial localizado na Aldeota, em Fortaleza, registrou um princípio de incêndio no fim da tarde desta terça-feira, 3. Segundo informações do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE), o incidente foi provocado por um curto-circuito em um ar-condicionado instalado no térreo. Ninguém que estava no local precisou de atendimento médico e houve apenas danos materiais.

De acordo com a tenente Carolina, que atendeu a ocorrência pelo CBMCE, quando o curto-circuito ocorreu uma equipe da brigada de incêndio do edifício atuou para debelar as chamas, evacuando o prédio por segurança. Os bombeiros chegaram logo em seguida, realizando procedimentos como a inspeção da temperatura e ventilação do local, dando também recomendações de segurança.

LEIA MAIS | Vacinação em Fortaleza: confira lista de agendados para quarta, (04/08), e quinta-feira, (05/08)

Ninguém que estava presente foi ferido ou precisou de atendimento médico, conforme informações passadas pela tenente. Entre os danos materiais, além do ar condicionado o fogo danificou um móvel de escritório, documentos, uma lâmpada, três interruptores, um estabilizador, entre outros.

Essa não é a primeira vez que o prédio é atingido por incidentes como esse. Em janeiro de 2020, uma sala do local pegou fogo e a suspeita na época foi também um curto-circuito em um ar-condicionado. Os pacientes e funcionários que estavam no local foram retirados e também não houve vitimas.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Com vantagem do empate, Fortaleza visita CRB e tenta avançar na Copa do Brasil

Leão x Galo
20:09 | Ago. 03, 2021
Autor Afonso Ribeiro
Foto do autor
Afonso Ribeiro Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

O Fortaleza enfrenta o CRB-AL, nesta quarta-feira, 4, a partir das 16h30min, no estádio Rei Pelé, em Maceió, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, com a vantagem do empate para conseguir a classificação à próxima fase e embolsar premiação de R$ 3,45 milhões.

No jogo de ida, na última quinta-feira, 29, o Galo da Pajuçara assustou, mas o Leão virou com dois gols do experiente Wellington Paulista e ganhou por 2 a 1. O resultado na Arena Castelão dá a vantagem ao time do Pici, que precisa apenas de um empate para avançar. Em caso de triunfo alagoano por um gol de diferença, a decisão da vaga será nos pênaltis.

Para o confronto, Vojvoda ganhou os reforços dos atacantes Edinho e Ángelo Henríquez, que já treinavam no Pici desde o mês passado e foram regularizados nesta semana, após a abertura da janela de transferências internacionais. Em contrapartida, o zagueiro Marcelo Benevenuto volta a ser desfalque por já ter atuado na Copa do Brasil pelo Botafogo-RJ.

O posto na defesa deverá ser ocupado novamente por Jackson. Além disso, o comandante argentino pode fazer outras alterações em razão da sequência de partidas. O ala Lucas Crispim e o atacante Robson, por exemplo, podem ser poupados pelo desgaste físico e abrirem espaço para Carlinhos e Wellington Paulista na formação.

Em busca do triunfo para reverter a desvantagem e avançar às quartas, o CRB-AL também conta com uma novidade para enfrentar o Fortaleza: o atacante Júnior Brandão foi registrado e pode ganhar a vaga de Nicolas Careca, autor do gol alvirrubro no Castelão. O velocista Jajá deve seguir entre os titulares e fazer companhia a Erik no setor, além do centroavante escolhido.

CRB-AL x Fortaleza

CRB-AL
4-3-3: Diogo Silva; Reginaldo, Gum, Caetano e Guilherme Romão; Marthã, Renan Bressan e Diego Torres; Jajá, Erik e Júnior Brandão. Técnico: Allan Aal

Fortaleza
3-5-2: Felipe Alves; Tinga, Jackson e Titi; Yago Pikachu, Felipe, Éderson, Matheus Vargas e Carlinhos (Lucas Crispim); David e Wellington Paulista. Técnico: Juan Pablo Vojvoda

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió
Data: 4/8/2021
Horário: 16h30min (horário de Fortaleza)
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio/DF
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade/DF e José Reinaldo Nascimento Junior/DF
VAR: Heber Roberto Lopes/SC
Transmissão: SporTV, Premiere, Rádio O POVO CBN e Tempo Real O POVO

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Omar Aziz pede interpelação de Braga Netto por denúncia de senador

POLÍTICA
20:06 | Ago. 03, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), pediu ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), a interpelação do ministro da Defesa, Walter Braga Netto, para que o chefe da pasta preste esclarecimentos sobre uma denúncia apresentada pelo senador Rogério Carvalho (PT-SE).
Na reunião da CPI, Carvalho acusou o ministro da Defesa de enviar um oficial da ativa do Exército para fazer uma "espionagem" contra o petista em Sergipe. "Não vão me intimidar", disse o senador.
"O ministro da Defesa do Brasil não está ali para defender partido político, posição política e ideológica, mas para defender a Constituição, as instituições democráticas, e está submetido inclusive a este Poder e não está autorizado a bisbilhotar a vida de nenhum parlamentar", afirmou o petista.
Em ofício encaminhado a Pacheco, Omar Aziz pediu que o Senado acione Braga Netto para prestar informações e tome as devidas providências no caso. Nesta terça-feira, 3, os senadores retiraram um pedido para convocar Braga Netto na CPI argumentando risco político. O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) apresentou um novo requerimento para chamar o ministro em função da atuação na pandemia de covid-19.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Dono de restaurante é preso em Crateús por suspeita de estupro de vulnerável

CRATEUS
20:06 | Ago. 03, 2021
Autor Leonardo Maia
Foto do autor
Leonardo Maia Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um dono de restaurante foi preso em Crateús, município localizado a 359,1 km de Fortaleza, por suspeita de estupro de vulnerável. Além da captura, realizada nessa segunda-feira, 2, as equipes policiais também cumpriram um mandado de busca e apreensão na casa do homem, de 54 anos, localizada em Independência, cidade onde também fica o restaurante do suspeito.

As investigações do caso começaram após denúncia do Conselho Tutelar apresentada à Polícia Civil. Conforme as investigações, ele era próximo da vítima e teria feito ameaças contra ela com uma arma de fogo. O crime foi constatado por um laudo pericial da Perícia Forense do Estado do Ceará, a que a vítima foi submetida.

A Polícia segue investigando o caso e apura se outras pessoas foram vítimas do homem na região, assim como a existência da arma de fogo que teria sido utilizada pelo suspeito para ameaçar a vítima. O nome do homem não foi divulgado pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) para preservar a identidade da vítima.

Para ajudar nas investigações, a população pode contribuir com denúncias. É possível entrar em contato por meio do número 181, o Disque-Denúncia da SSPDS, e do número de WhatsApp, que é o (85) 3101-0181, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.-As informações também podem ser repassadas para o telefone (88) 3692-3308, da Delegacia Regional de Crateús. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Violência contra a mulher - o que é e como denunciar?

A violência doméstica e familiar constitui uma das formas de violação dos direitos humanos em todo o mundo. No Brasil, a Lei 11.340, conhecida como Lei Maria da Penha, caracteriza e enquadra na lei cinco tipos de violência contra a mulher: física, psicológica, moral, sexual e patrimonial.

Entenda as violências:

Violência física: espancamento, tortura, lesões com objetos cortantes ou perfurantes ou atirar objetos, sacudir ou apertar os braços

Psicológica: ameaças, humilhação, isolamento (proibição de estudar ou falar com amigos)

Sexual: obrigar a mulher a fazer atos sexuais, forçar matrimônio, gravidez ou prostituição, estupro.

Patrimonial: deixar de pagar pensão alimentícia, controlar o dinheiro, estelionato

Moral: críticas mentirosas, expor a vida íntima, rebaixar a mulher por meio de xingamentos sobre sua índole, desvalorizar a vítima pelo seu modo de se vestir

A Lei 13.104/15 enquadrou a Lei do Feminícidio - o assassinato de mulheres apenas pelo fato dela ser uma mulher. O feminicídio é, por muitas vezes, o triste final de um ciclo de violência sofrido por uma mulher - por isso, as violências devem ser denunciadas logo quando ocorrem. A lei considera que há razões de condição de sexo feminino quando o crime envolve violência doméstica e familiar ou menosprezo ou discriminação à condição de mulher.

LEIA MAIS | Veja como denunciar violência doméstica durante a pandemia

Veja como buscar ajuda:

Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180

Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza (DDM-FOR)
Rua Teles de Souza, s/n - Couto Fernandes
Contatos: (85) 3108- 2950 / 3108-2952

Delegacia de Defesa da Mulher de Caucaia (DDM-C)
Rua Porcina Leite, 113 - Parque Soledade
Contato: (85) 3101-7926

Delegacia de Defesa da Mulher de Maracanaú (DDM-M)
Rua Padre José Holanda do Vale, 1961 (Altos) - Piratininga
Contato: 3371-7835

Delegacia de Defesa da Mulher de Pacatuba (DDM-PAC)
Rua Marginal Nordeste, 836 - Jereissati III
Contatos: 3384-5820 / 3384-4203

Delegacia de Defesa da Mulher do Crato (DDM-CR)
Rua Coronel Secundo, 216 - Pimenta
Contato: (88) 3102-1250

Delegacia de Defesa da Mulher de Icó (DDM-ICÓ)
Rua Padre José Alves de Macêdo, 963 - Loteamento José Barreto
Contato: (88) 3561-5551

Delegacia de Defesa da Mulher de Iguatu (DDM-I)
Rua Monsenhor Coelho, s/n - Centro
Contato: (88) 3581-9454

Delegacia de Defesa da Mulher de Juazeiro do Norte (DDM-JN)
Rua Joaquim Mansinho, s/n - Santa Teresa
Contato: (88) 3102-1102

Delegacia de Defesa da Mulher de Sobral (DDM-S)
Av. Lúcia Sabóia, 358 - Centro
Contato: (88) 3677-4282

Delegacia de Defesa da Mulher de Quixadá (DDM-Q)
Rua Jesus Maria José, 2255 - Jardim dos Monólitos
Contato: (88) 3412-8082

Casa da Mulher Brasileira

A Casa da Mulher Brasileira é referência no Ceará no apoio e assistência social, psicológica, jurídica e econômica às mulheres em situação de violência. Gerida pelo Estado, o equipamento acolhe e oferece novas perspectivas a mulheres em situação de violência por meio de suporte humanizado, com foco na capacitação profissional e no empoderamento feminino.

Telefones para informações e denúncias:

Recepção: (85) 3108.2992 / 3108.2931 – Plantão 24h
Delegacia de Defesa da Mulher: (85) 3108.2950 – Plantão 24h, sete dias por semana
Centro Estadual de Referência e Apoio à Mulher: (85) 3108.2966 - segunda a quinta, 8h às 17h
Defensoria Pública: (85) 3108.2986 / segunda a sexta, 8h às 17h
Ministério Público: (85) 3108. 2940 / 3108.2941, segunda a sexta , 8h às 16h
Juizado: (85) 3108.2971 – segunda a sexta, 8h às 17h

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags