PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Após polêmica, Pintado fala em cumprimentar Cueva em reencontro

O técnico do São Caetano, Pintado, gostaria de aparar as arestas com o meia Christian Cueva, do São Paulo, neste sábado, quando as equipes se enfrentam no Anacleto Campanella, pelo jogo de ida das quartas de final do Campeonato Paulista. Em 2017, após deixar o cargo de auxiliar do Tricolor, o ex-volante criticou o peruano [?]

12:15 | 17/03/2018

O técnico do São Caetano, Pintado, gostaria de aparar as arestas com o meia Christian Cueva, do São Paulo, neste sábado, quando as equipes se enfrentam no Anacleto Campanella, pelo jogo de ida das quartas de final do Campeonato Paulista.

Em 2017, após deixar o cargo de auxiliar do Tricolor, o ex-volante criticou o peruano por se recusar a ser reserva no clássico contra o Santos, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro. Na ocasião, Pintado foi designado a comandar a equipe de forma interina após a demissão de Rogério Ceni. ?Não dá para pedir por favor a um jogador para jogar no São Paulo?, disse à época.

O atleta, por sua vez, foi menos incisivo em sua resposta. ?Sempre estarei à disposição do clube. Por isso estou aqui. Se tivesse feito algo errado, seria punido pelo clube?, defendeu-se.

Após quase um ano do ocorrido, Pintado garante que não há ressentimento de sua parte e demonstra vontade de conversar com o camisa 10 tricolor nesta tarde. ?Essa polêmica foi criada muito mais pelas notícias do que entre eu e o Cueva. Nunca tivemos nenhum problema?, assegurou o treinador, em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva.

?Pelo contrário. Eu era o cara mais próximo dele. O primeiro contato do São Paulo com ele fui eu que fiz?, lembrou, referindo-se à contratação junto ao Toluca-MEX, em junho de 2016, quando já trabalhava pelo Tricolor após deixar o cargo de assistente técnico do Cruz Azul-MEX.

Após reerguer Azulão, Pintado revê São Paulo sem intenção de voltar

Entenda como Pintado e o São Caetano vão tentar surpreender o São Paulo

?Não tenho nenhum problema com ele. Gostaria de cumprimentá-lo, muito mais pelo respeito profissional que tenho por ele e pelo bom jogador que sei que ele é?, reiterou Pintado, que não descartou voltar a trabalhar com o peruano um dia.

?No meu time, sem dúvida, ele seria um dos principais jogadores, pela qualidade técnica, por tudo que tem?, afirmou, antes de ponderar. ?Como todos nós, tem os seus defeitos. Mas, a partir do momento que você deixa claro para ele que o São Paulo é maior do que todos, fica mais fácil porque é um jogador inteligente e compreende isso sem nenhum problema?, concluiu.

São Paulo e São Caetano se classificaram como primeiro e segundo colocados do Grupo B, com 17 e 15 pontos, respectivamente. O jogo de ida será realizado a partir das 16 horas (de Brasília) deste sábado, no Anacleto Campanella. A volta está marcada para terça-feira, às 21 horas, no Morumbi.

Gazeta Esportiva

TAGS