PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Manchester City garante vaga na final da Copa da Liga Inglesa

Líder do Campeonato Inglês com 12 pontos de vantagem para a concorrência mais próxima, o Manchester City parece faminto por títulos nessa temporada. Na noite dessa terça-feira, Pep Guardiola mandou os titulares a campo para enfrentar o Bristol, apenas quinto colocado na segunda divisão da Inglaterra, e conseguiu alcançar o objetivo: garantir vaga na final [?]

19:00 | 23/01/2018

Líder do Campeonato Inglês com 12 pontos de vantagem para a concorrência mais próxima, o Manchester City parece faminto por títulos nessa temporada. Na noite dessa terça-feira, Pep Guardiola mandou os titulares a campo para enfrentar o Bristol, apenas quinto colocado na segunda divisão da Inglaterra, e conseguiu alcançar o objetivo: garantir vaga na final da Copa da Liga Inglesa. A vitória por 3 a 2 fora de casa, depois de um triunfo também suado por 2 a 1 no jogo de ida, deixa os Citizens a espera de Arsenal e Chelsea, que sem enfrentam nessa quarta pela outra semifinal depois de empatarem por 0 a 0 no primeiro clássico.

Desde o início ficou claro que a situação do Bristol não seria das mais fáceis. Ainda sem Gabriel Jesus, que se recupera de lesão, o Manchester City usou sua força com Fernandinho, De Bruyne, David Silva, Sané, Bernardo Silva e Sérgio Aguero.

Assim, depois de muito pressionar e obrigar o goleiro Stele a trabalhar bastante, os visitantes abriram o placar com Sané, aos 43 minutos, em chute cruzado que acabou desviando na marcação antes de entrar.

O baque não foi muito bem assimilado pelos donos da casa no intervalo. Bastaram quatro minutos de boal rolando no segundo tempo para o Manchester City ampliar sua vantagem e colocar um pé na decisão do torneio de mata-mata. Aguero concluiu contra-ataque mortal, dentro da área, e correu para o abraço.

Assim como no confronto de ida, o Bristol engrossou o caldo. Aos 18, Pack aproveitou cruzamento na segunda trave e, de cabeça, mandou para as redes de Bravo, escolhido para o lugar de Éderson. O gol deu esperanças aos mandantes e o jogo passou a ficar aberto.

Guardiola, então, decidiu sacar Aguero e Walter para colocar Gündogan e o brasileiro Danilo, respectivamente. No entanto, a força de vontade do Bristol falou mais alto. Aos 49, Flint deixou tudo igual depois do City perder uma infinidade de contra-ataques. A festa local só não foi completa porque aos 51 minutos, De Bruyne garantiu uma classificação vitoriosa ao Manchester City.

Para o Bristol, a vaga obviamente não veio, mas ao soar o apito final, merecidamente os jogadores da casa receberam os aplausos e o reconhecimento dos 26 mil presentes nas cadeiras. Para o City, apesar da dificuldade nos dois jogos contra um time que sequer figura no G4 da segunda divisão do futebol inglês, o resultado representou mais uma vitória na temporada, essa com sabor especial, que deixa o time próximo de outra taça.

 

Gazeta Esportiva

TAGS