PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Coritiba admite desempenho ruim e espera mostrar mais do que vontade

Depois de empatar na estreia do Campeonato Paranaense 2018 com o Prudentópolis, em pleno Couto Pereira, o Coritiba voltou a tropeçar em casa e desta vez não passou de um 1 a 1 com o Rio Branco, de Paranaguá. O técnico Sandro Forner admitiu que a apresentação do Coxa foi muito abaixo do que se [?]

22:00 | 25/01/2018

Depois de empatar na estreia do Campeonato Paranaense 2018 com o Prudentópolis, em pleno Couto Pereira, o Coritiba voltou a tropeçar em casa e desta vez não passou de um 1 a 1 com o Rio Branco, de Paranaguá. O técnico Sandro Forner admitiu que a apresentação do Coxa foi muito abaixo do que se esperava e o time não encaixou durante os 90 minutos.

?Fizemos um jogo muito ruim. Sabíamos da proposta do Rio Branco e tivemos dificuldade de posicionamento, não fizemos o que temos treinado. Tivemos muitos problemas?, afirmou o comandante coxa-branca, que gostaria de mais tempo para poder trabalhar entre as partidas, deixando a equipe pronto para mostrar qualidade, não apenas vontade. ?A dificuldade é ajustar com pouco tempo de treino. Todos têm mostrado vontade, mas tem que melhorar muito?, emendou.

Um dos poucos destaques positivos foi a entrada de Julio Rusch, que na bola parada deu a assistência para Kléber fazer o gol de empate. Agora, o meia espera mais tranquilidade para o time definir as partidas. ?Mostrei meu trabalho. Pude mostrar meu futebol, mas não gostei do resultado. Somos time grande, sem menosprezar o adversário, mas temos que sair com a vitória. Faltou tranquilidade. Pressionamos, tivemos as oportunidades de fazer o gol?, avaliou.

Já o zagueiro Walisson Maia, que ode deixar o clube nos próximos dias já que tem algumas sondagens, acredita que quando desencantar o time vai reconquistar a confiança necessária para a evolução do trabalho. ?Estávamos contando com a vitória e acabou não vindo. Vamos tentar buscar os três pontos fora de casa, que é o que falta para ganhar confiança. Demos uma evoluída, Mas, tem que trabalhar o que a gente errou?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS