PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Paulinho fala sobre apoio e conquistas no Barcelona

Paulinho está há quatro meses no Barcelona e, desde então, vem mudando a opinião de muitos torcedores e críticos que não acreditavam em seu potencial. Seis gols depois, e bastante entrosado com o time, ele já não tem aquela desconfiança. Vindo da China pelo preço de 40 milhões de euros, hoje o brasileiro é o [?]

13:00 | 20/12/2017

Paulinho está há quatro meses no Barcelona e, desde então, vem mudando a opinião de muitos torcedores e críticos que não acreditavam em seu potencial. Seis gols depois, e bastante entrosado com o time, ele já não tem aquela desconfiança. Vindo da China pelo preço de 40 milhões de euros, hoje o brasileiro é o meia com mais gols no Campeonato Espanhol.

Em entrevista para o jornal espanhol Mundo Desportivo, Paulinho falou sobre esse primeiro momento ao chegar à Catalunha em que muitos o apoiaram. ?Desde o primeiro dia que cheguei, quatro meses atrás, muita gente nos ajudou, tanto a mim quanto à minha família. Todo o vestiário está me ajudando, mas especialmente converso com três: Leo (Messi), Suárez e Busquets. É com que mais falo sobre a forma como joga o Barça. As pessoas pensam que estou há um ou dois anos (no clube), e isso é bom. É sinal de que estou fazendo bem o meu trabalho?, disse.

Sobre o técnico, Ernesto Valverde, o meia também conta muito com sua ajuda e só tem elogios ao espanhol. ?A impressão que tenho é que é um grande ser humano. Desde que cheguei, sempre procurou conversar comigo para que eu entendesse rapidamente a forma de jogo do time. Vem fazendo um grande trabalho. Depois dos jogos, se tem algo para corrigir, sempre me fala. É um pessoa que estou certo que vou guardar um carinho muito grande, pois me mostrou ser um grande ser humano e está demonstrando sua capacidade para levar o time ao nível mais alto.?, declarou o brasileiro.

O camisa 15 do Barça, com 21 jogos pelo time, surpreendeu com um bom entrosamento com os companheiros logo nas primeiras oportunidades que teve no início da temporada. Ele atribui isso à sintonia que tem com Messi, por exemplo. Seu posicionamento muitas vezes é baseada no que o argentino está fazendo em campo. Os treinos também fazem a diferença. Inclusive, quando perguntado o que mais o surpreendeu, a resposta foi justamente os treinamentos.

?Os torcedores só veem os jogos, mas as coisas que acontecem nos treinos, em termos de qualidade, não têm explicação. Muitos amigos me perguntam como é a qualidade do treino, e eu digo: é melhor do que você pode imaginar. Parece fácil o que se faz, mas não é?, revelou Paulinho.

Sem jogar todas as partidas como titular, o meia de 29 anos não se preocupa muito com essa questão, uma vez que sabe de como é a rotatividade da equipe, além dos jogadores que disputam posições. ?Isso não é algo que me preocupa, se saio jogando ou entro depois. Antes de chegar no Barça, sabia que neste time há jogadores que disputam uns jogos e outros jogam outros. Eu procuro usar os minutos que o treinador me dá. Depende do jogo. Haverá vezes em que me colocará jogando, e em outros prefere que eu entre mais tarde. O mais importante é estar ali e poder ajudar.?, falou.

Por fim, com contrato até metade de 2021, o atleta não poderia ter início melhor para aumentar seu nível para a Copa do Mundo e para conquistar a simpatia do torcedor catalão. Com o faro artilheiro, que sempre foi sua característica, Paulinho revela que não esperava estar tão bem e já faz planos de conquistas pelo clube. ?Não pensava que tudo sairia assim. Tenho uma característica, que é fazer gols, os fiz no Brasil e na China. Mas meu objetivo não é esse. Meu objetivo é ajudar o time e a meus companheiros, e obviamente conquistar títulos. É um desafio muito grande para minha carreira, vestindo a camisa de um dos maiores times do mundo, e tenho a vontade de ganhar títulos. Em todos os clubes que passei, exceto o Tottenham, ganhei títulos e fui feliz. E aqui espero que seja igual?, concluiu.

 

Gazeta Esportiva

TAGS