PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

City elimina Leicester nos pênaltis; Arsenal também se classifica

Nesta terça-feira, dois jogos abriram as quartas de final da Copa da Liga Inglesa. Jogando com time misto, o Manchester City empatou com o Leicester por 1 a 1 no tempo normal, mas venceu nos pênaltis por 4 a 3. Bernardo Silva abriu o placar e Vardy empatou de pênalti no apagar das luzes. Na [?]

20:00 | 19/12/2017

Nesta terça-feira, dois jogos abriram as quartas de final da Copa da Liga Inglesa. Jogando com time misto, o Manchester City empatou com o Leicester por 1 a 1 no tempo normal, mas venceu nos pênaltis por 4 a 3. Bernardo Silva abriu o placar e Vardy empatou de pênalti no apagar das luzes. Na outra partida do dia, o Arsenal venceu o West Ham, pelo mesmo placar, gol de Welbeck.

Agora as equipes voltam suas atenções ao Campeonato Inglês. O Manchester City recebe o Bournemouth no sábado, enquanto que o Leicester tem parada dura contra o Manchester United, no King Power Stadium.

O jogo ? Mesmo jogando fora de casa, o City tomava a iniciativa da partida, impondo seu estilo de jogo, com toque de bola e movimentação. Já o Leicester apostava na forte marcação e nos longos lançamentos, deixando apenas Okazaki e Iheanacho na frente. O primeiro lance de perigo do time de Guardiola foi aos 14 minutos, Bernardo Silva recebeu da direita, e bateu forte de perna esquerda, dando trabalho para o goleiro. Na sequência, após bobeira de Hamer, Gundogan finalizou, mas Maguire salvou em cima da linha, no rebote, Bernardo Silva mandou pela linha de fundo.

Os Foxes pouco tinham a bola, mas quando conseguiam chegar, levavam certo perigo, mesmo sem criar oportunidades. Aos 19, Gundogan foi cruzar, a bola foi caindo, e Hamer deu um tapa para escanteio. Aos 26 minutos, os Citzens abriram o placar, Gundogan roubou a bola de Iheanacho e deu bela arrancada, o alemão deu belo passe para o português Bernardo Silva, livre de marcação abrir o marcador. O placar era justo até o momento.

A primeira chance dos mandantes veio somente aos 35 minutos. Após contra-ataque, Iheanacho bateu fraco, e Bravo espalmou. O primeiro tempo continuou agitado, com as duas equipes buscando o gol, mas terminou com vitória parcial dos visitantes por 1 a 0.

No segundo tempo, o Leicester começava a se arriscar um pouco mais, mas só conseguia levar perigo quando Fuchs fazia arremesso lateral na área, e os jogadores disputavam a bola pelo alto. Para buscar a vitória, o técnico Claude Puel, colocou dois titulares importantes no jogo: Mahrez e Vardy, saíram Albrighton e Iheanacho. O Manchester City aproveitou o espaço e quase ampliou aos 16 minutos, Bernardo Silva tentou o passe para o brasileiro Gabriel Jesus ampliar, mas bola foi muito forte e passou pelo atacante.

A equipe da casa adiantava a marcação para roubar a bola rápido e armar as jogadas, mas o time pecava muito nesse quesito, e pouco assustava a meta de Bravo. O City, que havia diminuído o ritmo conseguia segurar bem o resultado, e quando chegava levava perigo.

Nos minutos finais, o time de Guardiola, recuou e deu a bola para os Foxes, que seguiam com dificuldades na criação, mas conseguia assustar quando chegava. O treinador espanhol aproveitou a reta final da partida para fazer alterações e gastar o tempo. Mas, o árbitro principal deu oito minutos de acréscimos, animando o torcedor e o time mandante, que tinha como arma principal o lateral na área de Fuchs.

Aos 50 minutos, o árbitro assinalou pênalti polêmico de Walker em Gray, Vardy bateu forte no canto direito, converteu e empatou a partida, que se encaminharia para a prorrogação. Aos 53 minutos, o juiz encerrou a partida, que iria ter mais 30 minutos extras.

Na prorrogação, os Citzens voltaram dispostos a resolver a partida, mas pouco criavam, e os mandantes conseguiam boas escapadas nos contra-ataques, com direito a susto do goleiro Claudio Bravo, ao tentar sair driblando Vardy, o atacante ainda encostou de leve na bola.

Nos pênaltis, as sete primeiras cobranças foram feitas com muita categoria, até chegar a vez das estrelas do Leicester, Vardy e Mahrez desperdiçaram suas cobranças. O centroavante acertou a trave e o argelino parou em Bravo.

Arsenal bate West Ham e também se classifica:

Os Gunners tiveram dificuldades para bater o West Ham. Vitória por 1 a 0, gol de Welbeck. No primeiro tempo, o time de Arsene Wenger não conseguia criar boas oportunidades, só rodavam a bola e pouco criavam. Só conseguiram abrir o placar aos 42 minutos do primeiro tempo, com Welbeck, que mostrou oportunismo, aproveitando confusão na grande área.

Mesmo com a derrota parcial, o West Ham não mudava sua postura e continuava se defendendo. O Arsenal seguia tocando a bola, mas sem muita eficiência, e nem buscava acelerar o ritmo do jogo, que estava muito lento, desde o primeiro tempo. Os visitantes só foram levar perigo aos 19 minutos em chute de longe de Cresswell.

Após essa finalização, a equipe de David Moyes começava a se lançar um pouco mais no ataque, para incomodar o time da casa, que apesar da vantagem mínima, administrava com tranquilidade o resultado. Porém, faltava finalizar na meta defendida por Ospina.

Aos 33 minutos, o centroavante reserva, Giroud acabou caindo no gramado sentindo a parte de trás da coxa direita. Provavelmente, o francês sentiu alguma lesão muscular, no seu lugar entrou Nelson. O Arsenal voltou a perder boa oportunidade em contra-ataque, Walcott se enrolou, mas ainda conseguiu ajeitar para Elnery, que não conseguiu a finalização.

Os instantes finais do jogo ficaram marcados por atendimento aos atletas, o árbitro assinalou quatro minutos de acréscimo. Uma pequena confusão aconteceu entre dois jogadores, Nelson e Musuaku trocaram empurrões, mas rapidamente o juiz interviu. Mesmo com uma pressão final do adversário, os Gunners conseguiram segurar o resultado e sair com a classificação às semifinais da Copa da Liga.

Confira os jogos das quartas de final da Copa da Liga Inglesa:

Terça-feira

Arsenal 1 x 0 West Ham

Leicester 1 x 1 Manchester City (Manchester City venceu nos pênaltis por 4 a 3)

Quarta-feira

17h45 Chelsea x Bournemouth

18h00 Bristol City x Manchester United

Gazeta Esportiva

TAGS