PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

West Ham anuncia ex-United como novo treinador

Depois de demitir Slaven Bilic na última segunda-feira, a diretoria do West Ham agiu rápido e menos de 24 horas depois já anunciou o novo treinador. Trata-se de David Moyes, comandante de 54 anos que acumula passagens por Everton e Manchester United, mas vem de trabalhos ruins e tem a missão de recuperar o time [?]

12:45 | 07/11/2017

Depois de demitir Slaven Bilic na última segunda-feira, a diretoria do West Ham agiu rápido e menos de 24 horas depois já anunciou o novo treinador. Trata-se de David Moyes, comandante de 54 anos que acumula passagens por Everton e Manchester United, mas vem de trabalhos ruins e tem a missão de recuperar o time no Campeonato Inglês, que ocupa a 18° posição com apenas nove pontos em 11 jogos.

?Meu primeiro objetivo comandando o West Ham é terminar bem a temporada. Temos que ganhar o próximo jogo e a partir daí pensar em algo mais ambicioso. Estou certo de que em pouco tempo estaremos em uma posição melhor que a atual?, disse Moyes.

Quem comentou a nova contratação foi o vice-presidente do clube inglês, David Sullivan. O dirigente elogiou o currículo do treinador e se mostrou motivado. ?Precisamos de alguém com experiência e que conheça a Premier League e seus jogadores. Achamos que David é o homem que falta para nos recuperarmos na tabela e buscarmos algo melhor?, ressaltou.

Além dos clubes citados, Moyes também comandou a Real Sociedad e o Sunderland, desde que deixou os Red Devils. Em Manchester, teve uma passagem de apenas dez meses e acabou substituído por Louis van Gaal, que também não teve sucesso. A experiência é o grande trunfo do novo técnico. ?Sei que preciso provar algo. Dirigi cinco clubes desde que comecei há cerca de 20 anos, em Preston. Passei pelo Everton e meu período no Manchester United foi bastante comentado. Minha última experiência foi em algo que sempre sonhei. Trabalhei fora do país comandando a Real Sociedad?, comentou o treinador.

David Moyes chega para substituir Slaven Bilic, que assumiu o West Ham em 2015 e conseguiu uma boa primeira temporada. Porém, não conseguiu repetir o trabalho nos anos seguintes e foi demitido nesta semana.

 

Gazeta Esportiva

TAGS