Participamos do

Em jogo ruim, Sport não faz gol e cai na Copa Sul-Americana

A derrota por 2 a 0 na Ilha do Retiro custou caro ao Sport Recife. Na noite dessa quinta-feira, o elenco rubro-negro foi a Colômbia em busca de um milagre contra o Junior Barranquilla, mas, não passou de um 0 a 0 no estádio Metropolitano. Com isso, o time pernambucano deu adeus à Copa Sul-Americana, [?]
23:45 | Nov. 02, 2017
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A derrota por 2 a 0 na Ilha do Retiro custou caro ao Sport Recife. Na noite dessa quinta-feira, o elenco rubro-negro foi a Colômbia em busca de um milagre contra o Junior Barranquilla, mas, não passou de um 0 a 0 no estádio Metropolitano. Com isso, o time pernambucano deu adeus à Copa Sul-Americana, enquanto o Junior avançou às semifinais para encarar outro brasileiro: o Flamengo, que na quarta despachou o Fluminense Do outro lado da chave, Libertad e Independiente disputarão uma vaga na grande final.

Focado na luta pela permanência na elite do futebol brasileiro, o Sport viajou com um elenco reduzido e deixou alguns titulares de fora do confronto dessa quinta. Assim, Daniel Paulista armou uma equipe rápida, mas carente de criatividade.

Por outro lado, o Junior Barranquilla entrou em campo ciente da vantagem conquistada no nordeste do Brasil e evitou se expor para não dar brecha ao Sport. Tudo isso fez com que o jogo ficasse sonolento, com poucas (ou nenhuma) oportunidades de gol.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Na segunda etapa, pouca coisa mudou. A partida seguiu arrastada, com os goleiros apenas assistindo o perde e ganha no meio de campo. Daniel Paulista, então, resolveu sacar Rogério e colocar Lenis. No entanto, nada mudou.

O lance de maior destaque acabou sendo uma falta na entrada da área do Sport em que o goleiro Viera se apresentou para a cobrança. Após instantes de expectativa, porém, o camisa 1 acertou apenas a barreira.

Os minutos finais foram um verdadeiro show de horror. Uma chuva de passes errados, impedimentos, faltas? O jogo não engrenou, não apresentou nada e acabou com o único placar possível nessas condições: 0 a 0.

Melhor para o Junior Barranquilla, que ao menos ficou com a vaga às semifinais da Copa Sul-Americana. Ao Sport o foco total agora é para o duelo contra a Chapecoense, domingo, às 19 horas (horário de Brasília), na Arena Condá. O Leão ocupa a 15ª colocação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, com 35 pontos, mesma pontuação de Coritiba, Ponte Preta e Avaí. Os dois últimos são integrantes da zona de rebaixamento.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags