PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Zagueiro da Ponte prega respeito ao Santos, mas promete ofensividade

A Ponte Preta sabe da dificuldade e da importância do duelo contra o Santos para a sequência do Campeonato Brasileiro, mas não tem o menor interesse em ficar na defensiva. Nesta quarta-feira, véspera da partida contra o Peixe, em Campinas, o zagueiro Luan Peres prometeu que sua equipe deve ter uma proposta ofensiva de jogo [?]

16:15 | 11/10/2017

A Ponte Preta sabe da dificuldade e da importância do duelo contra o Santos para a sequência do Campeonato Brasileiro, mas não tem o menor interesse em ficar na defensiva. Nesta quarta-feira, véspera da partida contra o Peixe, em Campinas, o zagueiro Luan Peres prometeu que sua equipe deve ter uma proposta ofensiva de jogo em busca da vitória.

O fator campo, na visão de Luan, é o principal motivador para que o time se jogue ao ataque. Além disso, ele ressaltou o momento vivido pelo Alvinegro do interior paulista, que se encontra muito próximo da zona de rebaixamento do Brasileirão.

Leia mais: Autor do gol, jogador da Ponte analisa duelo contra o Cruzeiro

?Vai ser um jogo muito bom. Eles têm um time muito ofensivo, e nós na parte defensiva também estamos dando resultado. Esperamos aproveitar. Pelo fato de jogarmos em casa vamos sair para o jogo, não vamos apenas nos defender, mas também atacar. A ênfase nos treinamentos foi na parte ofensiva. Sabemos que eles estão bem posicionados na tabela, mas nós precisamos dessa vitória e tenho certeza que vai ser um grande jogo?, destacou o defensor.

Caso conquiste o triunfo em casa, a Ponte resolveria dois problemas de uma vez. Além de ficar distante da degola, já que atualmente ocupa o 16º lugar, com 31 pontos, superaria a dura derrota de virada diante do Cruzeiro, em partida antecipada, válida pela 28ª rodada do Brasileirão.

Para Luan, o confronto contra os santistas também é individualmente importante. Contratado pela Macaca neste ano, o zagueiro fez um de suas primeiras aparições justamente contra o time do litoral, em partida do primeiro turno do Brasileiro, que terminou empatada sem gols no Pacaembu.

?Minha estreia na Ponte foi contra a Chapecoense e logo na sequência enfrentei o Santos, na lateral esquerda. No primeiro turno, havia até certa desconfiança em cima de mim, mas com trabalho e sem desanimar, continuei treinando forte como todos, e quando tive a oportunidade de sair jogando aproveitei?, comemorou.

Macaca e Peixe se enfrentam pela 27ª rodada do torneio nacional de pontos corridos, em duelo marcado para as 17 (de Brasília) desta quinta, no estádio Moisés Lucarelli. As equipes se encontram em situações diferentes na tabela, já que os donos da casa lutam contra o Z4, enquanto os visitantes brigam pelo título, aparecendo na vice-liderança, com 47 pontos, oito atrás do primeiro colocado Corinthians.

Gazeta Esportiva

TAGS