PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Sidão desabafa, rejeita rótulo de herói e fala em ?defesa coletiva?

Completando a sexta partida consecutiva como titular, Sidão foi o principal personagem da vitória do São Paulo por 1 a 0 sobre o Sport, neste domingo, no Morumbi, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Autor de duas grandes defesas nos acréscimos do duelo, o goleiro rejeitou o rótulo de herói do triunfo tricolor. ?Não sou [?]

19:15 | 01/10/2017

Completando a sexta partida consecutiva como titular, Sidão foi o principal personagem da vitória do São Paulo por 1 a 0 sobre o Sport, neste domingo, no Morumbi, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Autor de duas grandes defesas nos acréscimos do duelo, o goleiro rejeitou o rótulo de herói do triunfo tricolor.

?Não sou herói. Não quero que eu seja o único nome da partida. É o momento de o São Paulo ser ovacionado, não um atleta. Foi uma defesa coletiva?, afirmou, na saída de campo do Morumbi, onde teve o nome gritado pelos 43 mil são-paulinos, após o apito final.

Ele se refere às duas intervenções em cabeçadas de Thomás e Henríquez, aos 49 minutos do segundo tempo. O São Paulo marcou o gol da vitória aos 35 do primeiro tempo, com Marcos Guilherme. ?Não é justo gritar só meu nome, tem que gritar o nome de todo mundo, o nome do São Paulo?, bradou.

Com o resultado, o São Paulo ganhou quatro posições e alcançou o 13º lugar, com 31 pontos, finalmente saindo da zona de rebaixamento, após oito rodadas seguidas de agonia. Ainda assim, o arqueiro de 34 anos tem os pés no chão.

?Só vou ficar aliviado quando o São Paulo conseguir a pontuação suficiente para se livrar do rebaixamento. Por enquanto meu pensamento é só o coletivo?, disse, antes de desabafar em função de supostas críticas a que foi submetido desde que retomou a titularidade da meta são-paulina.

?Pessoalmente é um alivio. Muita gente falou, contestou, mas é manter a cabeça focado, porque tem muita coisa para fazer ainda, conquistar. Temos de tirar o São Paulo dessa situação que é o mais importante?, ressaltou o camisa 12, admitindo o demasiado sofrimento da equipe diante dos pernambucanos.

?Sinceramente não fizemos uma grande partida. Pelo o que a gente vinha evoluindo, deixamos a desejar. Sem intensidade, jogamos abaixo, mas é isso. Na nossa situação às vezes não vamos jogar tão bem, mas o importante é conquistar os três pontos?, avaliou.

Gazeta Esportiva

TAGS