PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Piqué fala após polêmica: ?Orgulho em jogar na seleção espanhola?

O zagueiro Piqué não viveu uma semana tranquila na seleção espanhola. Após emitir sua opinião sobre o polêmico referendo de votação da independência da Catalunha, o atleta foi alvo de críticas, sendo inclusive vaiado pela torcida durante o treinamento da Espanha na última segunda-feira. Ciente do tamanho que as declarações tomaram, o camisa 3 convocou [?]

15:30 | 04/10/2017

O zagueiro Piqué não viveu uma semana tranquila na seleção espanhola. Após emitir sua opinião sobre o polêmico referendo de votação da independência da Catalunha, o atleta foi alvo de críticas, sendo inclusive vaiado pela torcida durante o treinamento da Espanha na última segunda-feira. Ciente do tamanho que as declarações tomaram, o camisa 3 convocou uma entrevista coletiva nesta quarta-feira para se pronunciar sobre o caso.

Piqué iniciou afastando as polêmicas e dizendo ter orgulho em defender a seleção espanhola. ?É impossível colocar em dúvida meu compromisso com a seleção, estou aqui desde os 15 anos. Para mim a seleção espanhola é uma família, por isso sigo aqui. Me dói que haja dúvidas em relação a isso. Me sinto muito orgulhoso em ser parte da seleção e quero conseguir títulos com este grupo de jogadores que é único?, declarou.

O zagueiro comentou também a respeito das vaias que recebeu da torcida no treinamento da última segunda-feira. O camisa 3 admitiu ter ficado chateado e pediu que haja respeito aos posicionamentos. ?O treinamento aberto foi difícil. Não é agradável que as pessoas que apoiam sua equipe te insultem e mostrem agressividade contra você. Mas para mim é uma oportunidade de dar a volta por cima. Temos que falar, cada um de seu ponto de vista, mas tem de haver um entendimento?, afirmou.

Sobre seu posicionamento, Piqué esclareceu que sua única crença é de que o povo catalão têm de ter o direito de votar. ?Eu só estou a favor de que se possa votar na Catalunha, seja pelo sim ou pelo não. Existem pessoas que pensam que não deve haver votação e eu respeito. Dentro da seleção nós falamos sobre isso também e chegamos a conclusão de que se pode solucionar, mas no fim somos apenas jogadores de futebol?, disse.

Piqué ainda afirmou que, mesmo se houver um atleta a favor da independência, ele não vê problemas que o mesmo possa atuar pela seleção espanhola. ?Claro que não é o meu caso, mas um independentista poderia jogar na seleção espanhola. Se sua opinião é que a Catalunha deve ser um país independente, mas entende que a Espanha é uma grande nação, com pessoas geniais, e existe a seleção espanhola, por quê não irá jogar? Repito que não é meu caso, mas entenderia se houvesse este extremo?, completou.

Com a situação esclarecida, Piqué agora se prepara para um confronto decisivo de sua seleção pelas Eliminatórias Europeias. Em jogo válido pelo Grupo G, a Espanha recebe a Albânia, no Estádio José Rico Pérez, às 15h45(de Brasília) da próxima sexta-feira. Se vencerem, os espanhóis ficam muito próximas da vaga direta para a Copa do Mundo da Rússia.

Gazeta Esportiva

TAGS