PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Morata afirma que volta ao Real Madrid foi um retrocesso na carreira

Uma das contratações mais impactantes do time do Chelsea para a atual temporada foi a aquisição de Álvaro Morata junto ao Real Madrid, clube que o lançou para o futebol. Depois de um início muito bom no clube inglês, o questionamento das causas que fizeram do atacante apenas reserva nos merengues voltaram aos noticiários e [?]

12:00 | 30/10/2017

Uma das contratações mais impactantes do time do Chelsea para a atual temporada foi a aquisição de Álvaro Morata junto ao Real Madrid, clube que o lançou para o futebol. Depois de um início muito bom no clube inglês, o questionamento das causas que fizeram do atacante apenas reserva nos merengues voltaram aos noticiários e o próprio atleta fez questão de se manifestar, revelando uma grande mágoa com sua antiga equipe.

Em entrevista concedida a Gazzetta dello Sport, o centroavante revelou que nunca quis sair da Juventus, clube para o qual foi emprestado em 2014, e não escondeu que seu retorno para a Espanha foi motivado apenas por questões contratuais. ?Estava muito bem na Juventus e tive de voltar em respeito ao contrato assinado com o Real Madrid. Não imaginei que a decepção seria tão grande, porque aos poucos fui colocado como se fosse um jogador da base. Me trataram como uma criança?, disse Morata.

Na Itália, o atacante espanhol atuou por 93 partidas e marcou 27 gols. Além dos tentos, Morata foi determinante nos títulos italiano e no caminho até a final da Liga dos Campeões, quando a Juventus foi derrotada pelo Barcelona. A vida no país da bota era a melhor possível, segundo o próprio jogador.

?As duas temporadas em que joguei pela Juventus foram excepcionais. Na Itália posso dizer que evolui demais como atleta, porque cheguei um jovem e saí um adulto formado, além de um jogador mais completo. Lá eu tinha tudo o que queria, é um país ótimo para um espanhol viver. Não queria ter saído da Juve, mas fui obrigado a respeitar o que havia sido assinado?, comentou.

Depois de amargar a reserva de Karim Benzema, Morata desembarcou na Inglaterra para vestir a camisa do Chelsea. Em 13 jogos, o camisa nove já marcou sete gols e afirmou que a presença de Antonio Conte no banco de reservas foi determinante na sua escolha. ?Várias situações me fizeram escolher os Blues. Conte foi uma delas. Já o conhecia e sempre me dei bem com sua maneira de montar as equipes. Além disso, fui bem recebido por todos e é um clube com muitos espanhóis, o que foi de muita ajuda na hora de me adaptar?, ressaltou Álvaro Morata.

 

 

Gazeta Esportiva

TAGS