Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Mazinho faz três, Oeste vence Guarani e se firma na briga pelo acesso

O Oeste se firmou de vez na briga pelo acesso para a Série A do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o Rubrão recebeu o Guarani, na Arena Barueri, pela 28ª rodada da Série B, e não tomou do adversário ao vencer pelo placar de 3 a 0. O grande nome da partida foi Mazinho, ex-Palmeiras. O [?]
18:45 | Out. 07, 2017
Autor -
Foto do autor
- Autor
Tipo Notícia

O Oeste se firmou de vez na briga pelo acesso para a Série A do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o Rubrão recebeu o Guarani, na Arena Barueri, pela 28ª rodada da Série B, e não tomou do adversário ao vencer pelo placar de 3 a 0. O grande nome da partida foi Mazinho, ex-Palmeiras. O atacante, que ficou conhecido pelo apelido de ?Messi Black?, fez o três gols do jogo, assumindo a artilharia da competição com 13 tentos anotados.

Com o resultado, o Oeste chegou à sua oitava partida sem derrota na Série B e alcançou a quinta posição da Série B, com 47 pontos, apenas um atrás da primeira equipe dentro do G4. Já o Guarani chegou a seu sétimo jogo sem vitória e estacionou nos 34 pontos, sendo cada vez mais ameaçado na luta contra o rebaixamento.

As duas equipes voltam a atuar pela Série B no próximo sábado, às 19h(de Brasília). O Guarani visita o Náutico, no Lacerdão. Já o Oeste recebe o Ceará, na Arena Barueri.

O jogo ? A partida começou com o Guarani fazendo uma boa marcação. No entanto, na primeira chance que teve, o Oeste conseguiu abrir o placar. Aos 14 minutos, Daniel Borges chegou à linha de fundo e cruzou. O goleiro Vagner deu um tapa na bola, mas mandou no pé de Mazinho, que apenas completou para a rede para abrir o placar.

Após sofrer o gol, o Guarani partiu para o ataque em busca do empate. A primeira oportunidade veio aos 29 em chute de longa distância de Bruno Nazário. O Bugre ainda teve mais uma boa chance. Aos 40, Paulinho cabeceou e Eliandro desviou a bola na pequena área, exigindo grande defesa de Rodolfo para evitar o empate.

No último minuto do primeiro tempo, aos 47, Daniel Borges ainda teve uma chance para o Oeste, mas mandou chute colocado nas mãos do goleiro Vagner, confirmando o placar de 1 a 0 para o intervalo.

Na volta para o segundo tempo, o Oeste não demorou muito para ampliar. Aos seis minutos, Paulinho deu passe de presente para Mazinho, que saiu em contra-ataque e lançou Raphael Luz. O meia avançou em direção à área, mas foi derrubado por Vagner. O árbitro viu infração no lance e assinalou a penalidade.

Mazinho foi para a cobrança aos nove minutos e bateu no alto, deslocando o goleiro, para ampliar o marcador para o Rubrão.

Da mesma forma que ocorreu no primeiro tempo, o Oeste recuou após o gol e o Guarani passou a exercer pressão. A chance mais clara dos visitantes veio aos 20 minutos. Denner dominou na entrada da área e mandou uma bomba, carimbando o travessão. No rebote, Bruno Nazário e Rafael Silva se atrapalharam e não conseguiram completar para o gol.

Já aos 21, foi a vez de Paulinho receber dentro da área, chutar cruzado e ver o goleiro Rodolfo fazer uma grande defesa para evitar o gol.

Apesar da pressão, o Guarani não conseguia ser efetivo. Com isso, o Oeste aproveitou o contra-ataque para matar o jogo. Aos 35, Robert tentou a enfiada de bola, Lenon falhou no lance e ela chegou para Mazinho. O meia-atacante chutou firme para balançar as redes, confirmar seu hat-trick e fechar a grande vitória por 3 a 0 dos mandantes.

FICHA TÉCNICA

OESTE 3X0 GUARANI

Data: Sábado, 7 de outubro de 2017

Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)

Horário: 16h30 (de Brasília)

Árbitro: Vinicius Furlan (SP)

Assistentes: Fábio Rogerio Baesteiro (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)

Público: 6.772 torcedores

Cartões Amarelos: Vagner e Bruno Nazário(Guarani)

Cartões Vermelhos: Nenhum

GOLS: OESTE ? Mazinho, aos 14 minutos do primeiro tempo, e aos nove e 35 do segundo tempo

OESTE: Rodolfo; Daniel Borges, Joilson, Leandro Amaro e Willian Cordeiro; Lidio, Betinho(Pedrinho), Danielzinho, Raphael Luz(Wilson Matias) e Mazinho; Gabriel Vasconcellos(Robert)

Técnico: Roberto Cavalo

GUARANI: Vagner; Lenon, Ewerton Páscoa, Diego Jussani e Kevin; Baraka, Denner(Caíque), Evandro(Fumagalli) e Bruno Nazário; Paulinho e Eliandro(Rafael Silva)

Técnico: Marcelo Cabo

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Olimpíadas: COI retira credenciais de dois técnicos bielorrussos por caso Tsimanouskaya

Jogos Olímpicos
23:29 | Ago. 05, 2021
Autor Gazeta Esportiva
Foto do autor
Gazeta Esportiva Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Comitê Olímpico Internacional (COI) retirou as credenciais de dois treinadores bielorrussos e pediu-lhes para deixar a Vila Olímpica por suposta tentativa de obrigar a atleta Krystsina Tsimanouskaya a voltar para seu país, informou a entidade esportiva nesta sexta-feira (noite de quinta, no Brasil).

O COI adotou a medida "no interesse do bem-estar dos atletas de Belarus que ainda estão em Tóquio", informou o comitê no Twitter.

A entidade informou esta semana que estava investigando os técnicos por seu papel no caso de Krystsina Tsimanouskaya, que buscou proteção para evitar ser forçada a voltar para seu país.

Ela disse temer por sua vida se tivesse que retornar a Belarus, sacudida por um levante político e uma dura repressão a dissidentes depois das contestadas eleições que mantiveram no poder o homem forte do país, Alexander Lukashenko, no ano passado.

Tsimanouskaya é uma das mais de duas mil personalidades do esporte bielorrusso que assinaram uma carta pedindo novas eleições e a libertação de presos políticos.

Seus problemas em Tóquio ocorreram depois que ela fez uma postagem no Instagram, criticando seus técnicos por inscrevê-la em uma corrida sem informá-la antes.

O COI informou que os dois técnicos "terão a oportunidade de serem ouvidos".

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Fim de semana será de ventos mais fortes no litoral cearense; vejo os cuidados necessários

Ceará
23:28 | Ago. 05, 2021
Autor Marília Serpa
Foto do autor
Marília Serpa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

O litoral cearense pode ter rajadas de ventos de até 61 km/h até a manhã de domingo, 8, de acordo com a previsão do Centro de Hidrografia da Marinha (CHN). Nesta quinta-feira, 5, o órgão emitiu um aviso de ventos fortes na zona costeira entre Natal (RN) e Parnaíba (PI), cruzando toda a faixa litorânea cearense.

Por medida de segurança, o Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE) recomenda que os banhistas redobrem a atenção no mar, bem como os praticantes de esportes náuticos. O coronel tenente André Ribeiro do CBMCE explica que a velocidade dos ventos influencia na agitação do mar, podendo gerar correntezas maiores.

“O vento causa agitação maior no mar, mas não tem relação com a altura das ondas. O que causa maior perigo nesse momento é a questão da correnteza, onde a ondulação das ondas vai na mesma direção do vento”, explica o coronel.

De acordo com o tenente, quando a Marinha emite comunicados como esse, muitos praticantes de esportes náuticos são atraídos para as praias do litoral a fim de aproveitar os ventos mais fortes. No entanto, os cuidados essenciais não podem ser deixados de lado.

“Os atletas precisam fazer assentamento de risco, que é avaliar as condições da velocidade dos ventos, além de observar as condições geográficas, de velejo e de saúde. É importante também possuir o equipamento correto e necessário para as condições”, ressalta André.

Cada praia apresenta suas características peculiares. É importante que os frequentadores dos diferentes locais do litoral cearense durante esse fim de semana se informem com os guarda-vidas presentes sobre a existência de pedras no mar, correntes de retornos, valas e correntezas.

Aos banhistas, o tenente coronel explica que, muito provavelmente, se observe que o local de entrada e de saída do mar não serão os mesmos por conta da correnteza que tende a puxar as pessoas em determinada direção. Os cuidados envolvem não consumir bebidas alcoólicas se for entrar na água, respeitar as sinalizações, também buscar orientações com os guarda-vidas sobre as condições e evitar entrar no mar após consumir alimentos.

A expectativa é que ocorrências de ventos em alta intensidade possam ser registradas no Ceará durante todo o mês de agosto. A Marinha mantém avisos diários de mau tempo no site do órgão e por meio do aplicativo “Boletim Mar”, disponível para download na App Store e Google Play.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Senado aprova PL que incentiva regularização de dívidas tributárias

Política
23:04 | Ago. 05, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Senado aprovou nesta quinta-feira (5) projeto que altera o Programa Especial de Regularização Tributária (Pert). O texto estabelece novos prazos e condições para pagamento de débitos com a União. A matéria segue para análise da Câmara dos Deputados.

De autoria do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), o texto teve como relator o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). A matéria prevê a possibilidade de nova adesão ao Pert dos contribuintes que tenham sido excluídos do programa por falta de pagamento de tributos vencidos após 30 de abril de 2017 ou do cumprimento regular das obrigações com o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

O projeto reabre o prazo para adesão ao Programa Especial de Regularização Tributária (Pert), lançado em 2017, com novas regras. Com a proposta, interessados terão até 30 de setembro de 2021 para aderir ao programa.

Ao justificar a proposta, Rodrigo Pacheco argumentou que a pandemia de covid-19 agravou ainda mais a crise iniciada em 2015, com prejuízo à capacidade das empresas de pagarem seus débitos com a Receita Federal e a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional diante das medidas restritivas à atividade econômica decretadas pelo Poder Público. Segundo o congressista, esse cenário impôs ao Congresso Nacional a aprovação de diversas medidas para salvar as pessoas e a economia, com forte impacto nas contas públicas.

Pessoas físicas

Para pessoas físicas, o projeto prevê que, nos casos em que o devedor teve redução de rendimentos tributáveis, um percentual de entrada de 2,5% do total da dívida e descontos de 90% nos juros e multas e 100% nos encargos fiscais. Essa redução deve ser igual ou superior a 15%, na comparação entre os anos de 2019 e 2020. A pessoa que não teve redução nos rendimentos terá de pagar entrada de, pelo menos, 5% do valor da dívida e terá descontos menores.

“De um lado, o objetivo é que o Pert reaberto seja disponibilizado às pessoas físicas e às pessoas jurídicas de direito privado, tendo em vista os impactos que suportaram e ainda vêm suportando em razão da pandemia da covid-19. De outro lado, é preciso que a abrangência do programa seja ajustada para alcançar débitos vencidos até o último dia do mês imediatamente anterior à entrada em vigor da lei em que se converter o PL, com vistas a funcionar, de modo efetivo, como mecanismo de salvaguarda das pessoas e empresas atingidas pelas consequências econômicas nefastas da pandemia”, explicou Bezerra Coelho.

Economia

Segundo o relator, aderiram ao Pert, popularmente chamado de Refis, lançado em 2017, mais de 740 mil contribuintes, dos quais 443 mil são pessoas jurídicas. Estima-se que a arrecadação extraordinária gerada pelo Pert, acumulada entre 2017 e 2020, seja de mais de R$ 63 bilhões.

“É inegável, portanto, que a reabertura do prazo de adesão ao programa irá injetar, em período curto, significativos recursos nos cofres públicos, decorrentes da adesão maciça dos devedores. Por isso, ao invés de renúncia de receitas, o Pert irá oportunizar aumento significativo da arrecadação imediata de recursos aos cofres públicos, cujos ingressos poderão ser utilizados para fazer frente às despesas exigidas para controle e mitigação dos efeitos da pandemia, inclusive sob a perspectiva econômica”, argumentou o relator Fernando Bezerra Coelho.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Tandara, do vôlei, é flagrada em antidoping e está fora das Olimpíadas

Jogos Olímpicos
23:04 | Ago. 05, 2021
Autor Gabriel Lopes
Foto do autor
Gabriel Lopes Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Brasil terá um grande desfalque na semifinal do vôlei feminino nas Olimpíadas de Tóquio, nesta sexta-feira, 6, às 9 horas (horário de Brasília), diante da Coreia do Sul. A oposta de 32 anos Tandara reprovou teste antidoping e está fora do restante dos Jogos Olímpicos.

De acordo com o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), a atleta violou a regra antidopagem da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) em exame realizado no dia 7 de julho no centro de treinamento da CBV em Saquarema, no Rio de Janeiro.

A entidade não revelou qual substância foi utilizada pela jogadora, que retorna para o Brasil já nesta sexta.

Leia o comunicado oficial do COB sobre Tandara:

O Comitê Olímpico do Brasil recebeu nesta madrugada no Japão, através da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), a notificação quanto à suspensão provisória por potencial violação de regra antidopagem pela atleta Tandara Caixeta, da seleção feminina de voleibol. O teste foi realizado no período fora de competição no centro de treinamento da modalidade em Saquarema no dia 7 de julho. Tandara retornará ao Brasil.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Equipe da UFC impede ação de despejo que prejudicaria 250 pessoas em situação de rua

fortaleza
23:00 | Ago. 05, 2021
Autor Gabriela Almeida
Foto do autor
Gabriela Almeida Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

Francisco Santana da Silva, 53, atua desde 1987 como dirigente da Casa São Maximiliano Kolbe, situada no bairro Jacarecanga, em Fortaleza, onde presta assistência diária a cerca de 250 pessoas em situação de rua. Passando por dificuldades financeiras, o Irmão Francisco, como é conhecido, recebeu uma ação de despejo do imóvel que poderia acabar com o trabalho de décadas. Foi graças a uma equipe formada por alunos da Faculdade de Direito (Fadir) da Universidade Federal do Ceará (UFC) que isso não aconteceu.

A história por trás da ação de despejo teve inicio no começo de 2020. Isso porque, foi exatamente nessa época que a senhora que costumava doar o valor do aluguel do imóvel faleceu, vitimada pela Covid-19. Desempregado e sem assistência financeira, Francisco não teve mais condições de pagar pela moradia, onde diariamente, entre outras ações, serve café da manhã para centenas de pessoas em situação de rua.

Os responsáveis pela locação da casa entraram então com uma ação judicial, cerca de um ano depois, cobrando o valor total da pendência do aluguel que na época já passava de oito mil. No dia 13 de junho de 2021, veio a ordem judicial solicitando que Francisco saísse do imóvel de forma voluntária em apenas 15 dias. Esse foi o período que ameaçou a existência de um projeto de décadas.

"É o quadro da desigualdade social. Uns com muito, outros com pouco e assim a gente vivendo. Mas sigo aqui, com alegria. O que faz com que a gente lute é a gente ter esperança, ter fé. O melhor de tudo isso é a que a gente tem forças pra lutar, fazer com que essa desigualdade seja um pouco amenizada", desabafa o Irmão Francisco ao lembrar do período em que recebeu a decisão judicial.

O que ele não esperava é que a história fosse chegar até o conhecimento da professora Raquel Coelho, da disciplina Direito Constitucional II da Fadir, que levou o caso para sala de aula. Não foi preciso muito para que os alunos, que ainda estão no terceiro semestre do curso, decidissem ajudar o projeto. Eles estudaram a peça judicial e encontraram brechas que possibilitaram contestar a decisão.

"Nossos alunos não estão alheios aos problemas sociais. Ao contrário, a juventude que ingressa na faculdade de Direito de uma universidade pública, quer fazer a diferença, quer mudar, alinhar seus conhecimentos à luta por direitos daqueles que estão vulnerabilizados por várias situações de injustiças sociais", destacou a docente Raquel ao O POVO, sobre a participação dos alunos na iniciativa.

| LEIA MAIS | Uece e Fiocruz se tornam parceiras na produção de vacina e pesquisas em Saúde

Auxílio emergencial 2021: o que se sabe sobre o calendário de pagamento da 5ª parcela

Contando com apoio de advogados voluntários, a equipe entrou na Justiça e apresentou uma contestação à liminar de despejo - que foi aceita pela juíza titular da 11ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza. Na ocasião, a ordem foi suspensa pelo prazo de seis meses, com base na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF 828), que proíbe ações de despejo de pessoas em vulnerabilidade.

"É a universidade a serviço da comunidade, dos que não tem nada, dos que têm o direto negado. É a universidade indo até as pessoas, indo até as pessoas que mais precisam, foi assim que senti", declarou o irmão Francisco, relatando o sentimento ao ser ajudado pela equipe.

Raquel Coelho (ao centro) e parte da equipe que atuou para evitar o despejo.
Raquel Coelho (ao centro) e parte da equipe que atuou para evitar o despejo. (Foto: Ribamar Neto / UFC Informa)

Apesar da alegria, que parece estar sempre presente em sua voz, Francisco ainda vive o drama de não ter a dívida perdoada e precisa juntar dinheiro para conseguir esse feito - sonhando também em ter uma casa própria para realizar as ações do projeto. Por essa razão, a equipe da UFC continua acompanhando caso, além de outras instituições prestarem apoio. Também está sendo realizado um financiamento coletivo para a compra de um imóvel (veja abaixo mais informações).

O testemunho por trás da história 

Quando a equipe do O POVO entrou em contato com Francisco, ele pediu para retornar em algumas horas, pois estava no Instituto Médico Legal (IML) realizando procedimentos necessários para a liberação do corpo de uma pessoa em situação de rua. Foi dessa forma, crua, que o homem mostrou, mesmo em poucas palavras, a entrega pelo trabalho humano que realiza há pelo menos duas décadas. 

A Casa São Maximiliano Kolbe faz parte da Associação Beneficente Padre Arturo Juncosa Carbonell (ABPAJC). Em 1987, Francisco passou a trabalhar no imóvel após sentir a necessidade de "testemunhar o evangelho de Jesus Cristo de Nazaré", como ele mesmo diz. Desde então, há mais de duas décadas ele tem realizado ações para auxiliar pessoas em situação de rua. Entre elas está a entrega diária de café da manhã para esse público, refeição que ele acorda de madrugada para preparar.

As ações, contudo, vão muito além de algo momentâneo. Junto a voluntários, Francisco acompanha as pessoas inseridas nesse tipo de situação oferecendo cuidados como levá-las para tirar documentos ou à comunidade terapêutica, fazendo ainda visitas àqueles que precisam ficam internados. Ao O POVO, o homem conta satisfeito que uma mulher, que há 11 anos está em situação de rua, vai finalmente rever a família que mora em outro estado graças ao acompanhamento realizado pelo projeto.

"Meu grande desafio todos os dias é tentar viver Jesus de Nazaré", reforça, destacando ainda que o objetivo maior do projeto é ajudar esse grupo a "construir uma história" para que "eles tenham um projeto de vida". São também doados roupas e materiais de higiene. Durante a campanha de vacinação contra Covid-19 para esse público em Fortaleza, o imóvel cedeu o espaço para profissionais realizarem a ação, dando ainda café da manhã e almoço para os contemplados.

Saiba como ajudar

O projeto não conta com apoio financeiro de instituições públicas e sobrevive de doações. A casa fica localizada na rua Carneiro da Cunha, 219, no bairro Jacarecanga, em Fortaleza. Quem desejar saber como entregar alimentos, roupas, entre outros, pode ligar para o número: 85 99620-3939.

No Instagram, o projeto mantém uma conta para divulgar o financiamento coletivo, acessível no 
@campanhakolbe. O e-mail é: [email protected] e o link para contribuir com a vakinha pode ser acessado no link: http://vaka.me/2247236

Com informações da UFC

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags