PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

?Grávido?, Braz sonha com gol pelo Santos para homenagear novo filho

Um zagueiro geralmente preocupa-se apenas com a marcação. David Braz, porém, já mostrou no Santos que gosta de ousar no ataque. Com 16 gols, ele é o terceiro defensor que mais balançou as redes na história do Peixe, atrás somente de Edu Dracena (17) e Alex (20). E o camisa 14 sonha com um tento [?]

20:15 | 09/10/2017

Um zagueiro geralmente preocupa-se apenas com a marcação. David Braz, porém, já mostrou no Santos que gosta de ousar no ataque. Com 16 gols, ele é o terceiro defensor que mais balançou as redes na história do Peixe, atrás somente de Edu Dracena (17) e Alex (20). E o camisa 14 sonha com um tento diante da Ponte Preta, nesta quinta-feira, às 17h (de Brasília), no Moisés Lucarelli, pelo Brasileirão, para homenagear mais um ?herdeiro?.

O santista descobriu recentemente que sua esposa está grávida do segundo filho do casal. Ainda sem saber o sexo da criança, Braz espera marcar em Campinas para fazer uma comemoração ?diferente?.

?Estou com saudades de fazer um gol. Já estou até devendo um para o mais novo bebê que está chegando na minha família. Estou doido para fazer um gol e colocar a bola na barriga. Minha esposa está com seis semanas de gestação. A mulher do (Victor) Ferraz está organizando uma festinha para descobrirmos o sexo do bebê na hora?, brincou o zagueiro em entrevista coletiva nesta segunda-feira, no CT Rei Pelé.

E do jeito que o ataque santista vem fazendo poucos gols, é provável que a equipe comandada por Levir Culpi precise do ?faro artilheiro? de David Braz para balançar as redes contra a Macaca. Apesar da segunda colocação no Brasileiro, o Peixe anotou apenas 27 tentos, média igual a de times que lutam contra o rebaixamento.

?A forma que estamos jogando mostra que temos priorizado a marcação forte para explorar o contra-ataque. Isso aconteceu nos últimos jogos, pois temos jogadores rápidos lá na frente. Nós fomos muito felizes na marcação e letais nas finalizações. Se continuarmos nessa toada até o final da temporada nós vamos ficar muito felizes. O que importa mesmo são as vitórias e não o número de gols?, concluiu o defensor.

Gazeta Esportiva

TAGS