PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Em jogo emocionante, Austrália impede ida inédita da Síria para a Copa do Mundo

Em uma partida com muita dose de emoção e pressão, a Austrália conseguiu vencer de virada a Síria pelo placar de 2 a 1 e ficar mais próximo da classificação para a Copa do Mundo de 2018. O resultado só veio na prorrogação, já que no tempo normal as duas equipes empataram por 1 a [?]

09:30 | 10/10/2017

Em uma partida com muita dose de emoção e pressão, a Austrália conseguiu vencer de virada a Síria pelo placar de 2 a 1 e ficar mais próximo da classificação para a Copa do Mundo de 2018. O resultado só veio na prorrogação, já que no tempo normal as duas equipes empataram por 1 a 1 (mesmo resultado do confronto de ida). Agora, os australianos serão os representante asiático na repescagem para o mundial e esperam o adversário que virá da Concacaf.

Como tinham feito um gol fora de casa na partida de ida, a Austrália começou a partida com a classificação momentânea. No entanto, os visitantes abriram o marcador logo aos seis minutos e partida com o atacante Omar Al Soma, o que fez com que os australianos mudassem a postura defensiva do início e pressionassem o adversário, já que o tento fez com que os sírios estivessem vencendo o confronto agregado.

Apesar do impacto negativo pelo gol sofrido logo no início, os donos da casa conseguiram chegar ao empate logo aos 13 minutos, com o veterano e ídolo nacional, Tim Cahill. O jogador aproveitou assistência do atacante Mathew Leckie e marcou seu 49° gol pela seleção australiana.

Após o empate, as duas equipes se mostravam nervosas pois um gol poderia definir se iriam continuar com chances de jogar o mundial do ano que vem ou se teriam que esperar mais quatro anos para tentar a classificação para a Copa do Mundo no Catar. Com poucas chances reais de anotar novamente, o jogo foi para a prorrogação e a estrela do atacante Cahill brilhou novamente.

Aos quatro minutos do segundo tempo da prorrogação, Cahill, que tem mais de 100 jogos com a camisa da seleção australiana, teve mais um momento de oportunismo e marcou o segundo dele e o da classificação da Austrália para a repescagem mundial.

 

 

 

Gazeta Esportiva

TAGS