PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Em jogo de viradas, Furacão bate o Vitória e se afasta da ZR

Em um duelo direto contra a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o Atlético Paranaense foi a Salvador e conseguiu um grande triunfo diante do Vitória, por 3 a 2, em pleno estádio Barradão. Com o resultado, o Furacão chega a 38 pontos e salta para a nona posição, enquanto o Leão, com 33 pontos [?]

21:15 | 19/10/2017

Em um duelo direto contra a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o Atlético Paranaense foi a Salvador e conseguiu um grande triunfo diante do Vitória, por 3 a 2, em pleno estádio Barradão. Com o resultado, o Furacão chega a 38 pontos e salta para a nona posição, enquanto o Leão, com 33 pontos ganhos, cai para a 16ª colocação.

Com apenas três minutos, o time atleticano saiu na frente após cobrança de escanteio que Ribamar cabeceou firme para a rede. Neílton, de pênalti, deixou tudo igual, aos 24 minutos. Depois do intervalo, aos quatro minutos, Trállez decretou a virada. Douglas Coutinho, aos 20 minutos, empatou novamente. Ribamar, aos 33 minutos, fez o segundo dele.

Na próxima rodada, o Vitória tem o clássico diante do Bahia, domingo, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Já o Atlético Paranaense encara o Sport, no mesmo dia, na Arena da Baixada, em Curitiba.

O jogo ? O Furacão precisou de apenas três minutos para abrir a contagem, com Ribamar, que aproveitou cobrança de escanteio de Guilherme para testar firme para o fundo da rede. O Leão tentou responder com Ramon, na mesma moeda, aos seis minutos, mas a cabeçada saiu fraca, para fora. A posse de bola era baiana, mas o time da casa não conseguia criar boas chances.

Sem conseguir entrar na defesa atleticana, Yago arriscou de longe, aos 13 minutos, em cima da defesa adversária. O Vitória tentava chegar pelas pontas, mas encontrava uma marcação forte. Aos 20 minutos, Fillipe Soutto cobrou falta e a bola subiu demais, sem perigo. Até que, aos 22 minutos, Jonathan derrubou Juninho e o árbitro marcou a penalidade. Na cobrança, Neílton deixou tudo igual no placar.

O gol animou o time baiano, que sega no ataque. Aos 30 minutos, Wallace apareceu na área para testar e carimbou o travessão. O Furacão acordou e, ais 35 minutos, Jonathan soltou uma bomba para defesa de Caíque. Aos 37 minutos, foi a vez de Douglas Coutinho tentar e novamente o goleiro baiano defender. A resposta veio com Caíque Sá, que após troca de passes recebeu e chutou para boa intervenção de Weverton.

Para a segunda etapa, o Atlético voltou com Fabrício no lugar de Felipe Gedoz. Mas, quem chegou ao gol, foi o time da casa, com Tréllez, que aproveitou vacilo de Wanderson e cruzamento rasteiro de David para marcar. Aos 10 minutos, Tréllez fez a jogada e rolou para Neílton, que bateu forte, por cima do gol.

Precisando arrancar ponto, o Furacão se abriu, o que dava também mais chance de contra-ataque para o Leão. Aos 13 minutos, David invadiu a área e, na hora do chute, resolveu dar um drible a mais e ficou sem a bola, desperdiçando uma boa chance. O Vitória se empolgou e também deixou espaço. Foi assim que, aos 20 minutos, Fabrício cruzou para Lucho servir Douglas Coutinho, que com um toquinho tirou do goleiro e empatou. Falta na entrada da área, aos 27 minutos, mas Rosseto carimbou a barreira.

André Lima, logo em seu primeiro lance, aos 31 minutos, aproveitou cruzamento de Neílton para cabecear pela linha de fundo, com perigo. O jogo estava aberto e, em mais uma virada, aos 33 minutos, Guilherme fez o levantamento para Ribamar tocar de cabeça e fazer o segundo dele no jogo para garantir mais uma virada e a vitória atleticana.

VITÓRIA 2 X 3 ATLÉTICO-PR

Local: estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA)

Data: 19 de outubro de 2017, quinta-feira

Horário: 20 horas (de Brasília)

Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO)

Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Cristhian Passos Sorence (GO)

Cartões amarelos : Lucho González e Ribamar (Atlético-PR)

Gols

VITÓRIA: Neílton, aos 24 minutos do primeiro tempo e Tréllez, aos 04 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-PR: Ribamar, aos 03 minutos do primeiro tempo; Douglas Coutinho, aos 20 minutos e Ribaar, aos 33 minutos do segundo tempo

VITÓRIA: Caíque; Caique Sá (Patric), Wallace, Ramon e Juninho; Uillian Correia, Fillipe Soutto (André Lima) e Yago; David, Neilton (Danilinho) e Tréllez.

Técnico: Vagner Mancini

ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan, Wanderson, Thiago Heleno e Sidcley; Pavez (Lucas Fernandes), Lucho González (Matheus Rosseto); Guilherme, Felipe Gedoz (Fabrício) e Douglas Coutinho; Ribamar

Técnico: Fabiano Soares

Gazeta Esportiva

TAGS