PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Destaque dentro e fora de campo, goleiro Paulo Victor mantém projeto social

Destaque na partida entre Grêmio e Avaí fazendo defesas difíceis, o goleiro Paulo Victor faz bonito dentro e fora dos campos. Fora das quatro linhas, ele é o responsável por um projeto social desenvolvido na sua cidade natal, em Assis, no interior de São Paulo. A Escolinha de Futebol PV48 atende 1.230 alunos, entre meninos [?]

16:30 | 30/10/2017

Destaque na partida entre Grêmio e Avaí fazendo defesas difíceis, o goleiro Paulo Victor faz bonito dentro e fora dos campos. Fora das quatro linhas, ele é o responsável por um projeto social desenvolvido na sua cidade natal, em Assis, no interior de São Paulo. A Escolinha de Futebol PV48 atende 1.230 alunos, entre meninos e meninas, nas modalidades futebol de campo e futebol de salão.

O projeto, que iniciou em março de 2017, orienta em seis unidades crianças e jovens dos 6 aos 17 anos. De terça a sexta-feira, são quatro turmas de futebol de campo e duas de futebol de salão. Apesar do pouco tempo de implantação, os resultados já estão aparecendo. A equipe sub-10 de futsal foi vice-campeã do Estado de São Paulo.

O coordenador do projeto social, Roberto Carlos Amorieli, explica que o importante é ensinar os fundamentos do esporte, mas também cobrar o respeito com os pais e o bom desempenho na escola, para que eles possam ter sucesso em suas trajetórias. ?O principal objetivo do projeto PV48 é tirar as crianças da rua, fazer uma massificação esportiva aqui no município de Assis, mas principalmente proporcionar qualidade de vida para as crianças?, analisou. Quem participa da escolinha estuda no turno inverso ao horário do treino.

Para manter o Projeto, a escola recebe o apoio de empresas como a Poker, que fornece bolas, luvas, calças, apito, e uniformes completos para os alunos. O coordenador do projeto destaca a importância desta parceria. ?É fundamental para realização das atividades. Sem a Poker, o projeto não teria alcançado o patamar que está, em menos de um ano. O material cedido é muito bom, tem qualidade. Sem esse material não teríamos excelência e qualidade nas nossas atividades?, destacou.

Como está residindo em Porto Alegre, o goleiro Paulo Victor costuma incentivar a garotada do projeto em visitas periódicas e enviando mensagens por vídeos.

Gazeta Esportiva

TAGS