Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

CSA vence o São Bento em Sorocaba e encaminha vaga para final

Com o acesso garantido, São Bento e CSA se enfrentaram neste domingo, no Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba. O duelo representou a primeira partida da semifinal da Série C do Campeonato Brasileiro e foi um jogo muito intenso. A vitória por 1 a 0 do time alagoano veio já na reta final do segundo tempo, [?]
21:15 | Out. 01, 2017
Autor -
Foto do autor
- Autor
Tipo Notícia

Com o acesso garantido, São Bento e CSA se enfrentaram neste domingo, no Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba. O duelo representou a primeira partida da semifinal da Série C do Campeonato Brasileiro e foi um jogo muito intenso. A vitória por 1 a 0 do time alagoano veio já na reta final do segundo tempo, com Michel Alves. Agora, um empate coloca o CSA na grande final. O jogo da volta está marcado para o próximo sábado, às 19h30 (de Brasília), no Rei Pelé.

O confronto era muito significativo desde o início. O time de Sorocaba estava a quatro jogos sem sofrer gols e defendeu o retrospecto de melhor defesa da Série C. Do outro lado, um time que não perdia a cinco jogos e chegou a sexta vitória consecutiva neste domingo. Com muitas chances e uma alternância de domínio das ações durante o confronto, o CSA saiu com a vantagem da semifinal.

A partida começou com o São Bento tomando as iniciativas do jogo e uma postura muito intensa, utilizando a velocidade dos seus atletas para tentar chegar ao gol. Enquanto sofria pressão, o time de Alagoas tentava desafogar o jogo na base da ligação direta, sobrecarregando o atacante Edinho, que ficava sozinho contra os defensores. Aos poucos, a pressão inicial foi cedendo e o jogo ficando mais equilibrado. O CSA tinha mais espaço e trocava mais passes no campo defensivo.

A equipe alagoana foi ganhando confiança na partida, passou a neutralizar os ataque do time da casa e aparecia com mais perigo. Apesar das poucas chances claras, o jogo foi muito movimentado na primeira etapa. A melhor oportunidade aconteceu aos 33 minutos e foi pelo lado do CSA. Dawhan aproveitou o cruzamento de Daniel Costa e fuzilou para o gol, obrigando o goleiro Rodrigo Viana a fazer uma grande defesa.

Os 45 minutos finais começou diferente do primeiro. Quem tomava conta das ações era o time de Alagoas, enquanto o mandante se postou atrás, neutralizou o adversário e apostou nos contra-ataques. A primeira boa chegada da segunda etapa veio do time da casa. Aos oito minutos, os atletas do São Bento tramaram uma boa troca de passes e Caio César arrematou já meio desequilibrado. Mesmo assim, obrigou boa defesa do goleiro Mota.

No decorrer do jogo, ficou evidente a disposição defensiva do CSA, que não deixava nenhuma infiltração do São Bento se concretizar. Aos 29 minutos, o São bento perdeu uma chance incrível de marcar. A bola levantada na área passou por todos os jogadores e sobrou para Mateus Silva, que errou o gol e a bola saiu pela linha de fundo.

Aos 34 minutos saiu o primeiro gol do duelo. Edinho fez belíssima jogada pela linha de fundo e cruzou rasteiro. A bola passou por todo mundo, inclusive pelo goleiro Rodrigo Viana, e sobrou para Michel Douglas, que só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio.

A reta final foi ainda mais intensa, com o São Bento correndo atrás do empate, visando uma menor dificuldade no jogo da volta. O time da casa abusou da ligação direta e dos cruzamentos para área, facilitando a vida da defesa alagoana. A batalha foi muito grande, mas o gol de Michel Douglas foi o único do jogo e 1 a 0 foi o resultado final da partida realizada em Sorocaba.

 

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

BC: reunião de Análise de Conjuntura do Copom começou às 15h05

ECONOMIA
15:26 | Ago. 03, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Começou às 15h05 a reunião de Análise de Conjuntura do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central. Participam do encontro desta semana o presidente do BC, Roberto Campos Neto, e sete diretores da instituição - e não oito, como de costume. Isso porque o diretor de Política Monetária, Bruno Serra Fernandes, está com covid-19 e não poderá participar dos encontros presenciais em Brasília. Esta também é a primeira vez que o Copom conta com a participação da nova diretora de Assuntos Internacionais, Fernanda Guardado.
Pela manhã, eles já participaram da reunião de Análise de Mercado. Nesta quarta-feira, 4, Campos Neto e os diretores do BC voltam a ter uma rodada de discussões para definir o novo patamar da Selic (a taxa básica de juros), atualmente em 4,25% ao ano.
De um total de 51 instituições consultadas pelo Projeções Broadcast, 44 esperam pela elevação da Selic em 1,00 ponto, para 5,25% ao ano. Sete casas aguardam aumento de 0,75 ponto porcentual, com a Selic chegando a 5,00%. Para o fim de 2021, a mediana das projeções indicam uma Selic a 7,0% e, para o fim de 2022, em 7,25%.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Projeto do IR continua subtraindo receitas de Estados e municípios, diz Comsefaz

ECONOMIA
15:26 | Ago. 03, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A poucas horas do provável anúncio do parecer final do projeto que altera o Imposto de renda, os secretários de Fazenda dos Estados divulgaram uma carta aberta pedindo a rejeição da proposta pela Câmara. A manifestação foi disparada pelo Comitê Nacional de Secretários Estaduais (Comsefaz) no dia que a Câmara deve votar requerimento de urgência para a votação. O relator do projeto, Celso Sabino (PSDB-PA), prometeu para esta terça-feira (3) entregar o parecer. Para os Estados, a nova versão do substitutivo continua prevendo a subtração de receitas de estados e municípios e criando um horizonte de "manifesta insolvência fiscal aos entes subnacionais".
A proposta apresentada aos Estados e municípios atrela uma parte da queda da alíquota do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) ao aumento de arrecadação, como antecipou o Estadão na semana passada.
Para os secretários de Fazenda, a proposta mantém perdas da ordem de R$ 26,1 bilhões para Estados e municípios, a partir do ano de 2023. "Trata-se de proposta que agrava os problemas do federalismo brasileiro, concentrando ainda mais recursos públicos na União e sujeitando os entes nacionais a um desequilíbrio fiscal insustentável", diz a carta encaminhada aos parlamentares.
Na manifestação, os secretários avaliam que a proposta original do governo era pautada pela neutralidade da arrecadação, mas com um deslocamento da oneração de contribuintes de menos renda para mais renda.
O Comsefaz acusa o relator de ter cedido aos grupos de pressão de maior poder de representação, alargando isenções tecnicamente não justificáveis e resultará em redução de arrecadação para todos os entes, pondo em xeque o financiamento dos serviços públicos futuros.
Na avaliação do Comsefaz, a população brasileira necessita do apoio robusto do financiamento dos serviços públicos durante a pandemia e na grande luta pela recuperação econômica e social que a sucederá. Os Estados sugerem mudanças na Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) como variável federativa correta para adicionais ajustes de redução da carga, já que sua receita pertence somente à União e não é compartilhada com Estados e municípios como o IR.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Projeto de Lei que cria aluguel social para mulheres vítimas de violência vai para Câmara

FORTALEZA
15:13 | Ago. 03, 2021
Autor Mirla Nobre
Foto do autor
Mirla Nobre Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), anunciou na tarde desta terça-feira, 3, por meio das redes sociais, que encaminhou à Câmara Municipal de Fortaleza o Projeto de Lei (PL) que cria o Aluguel Social Maria da Penha. O programa é destinado a mulheres vítimas de violência doméstica e familiar na Capital. O projeto de lei, que tem pedido de urgência, começa a tramitar na Câmara Municipal a partir desta quarta-feira, 4, para discussão dos vereadores e vereadoras de Fortaleza para aprovação da proposta.

De acordo com o gestor municipal, o projeto é um compromisso assumido por ele desde a campanha eleitoral, em 2020, e espera diminuir os efeitos da violência doméstica. “Com a lei, esperamos minimizar os duros efeitos dessa cruel realidade sobre as mulheres e seus filhos, além de oferecer suporte social para garantir mais efetividade às medidas protetivas, contribuindo também para promover a autonomia”, disse Sarto, em publicação nas redes sociais.

LEIA MAIS | Ceará registra a segunda maior taxa de homicídios femininos do Brasil

Violência contra a mulher - o que é e como denunciar?

A violência doméstica e familiar constitui uma das formas de violação dos direitos humanos em todo o mundo. No Brasil, a Lei 11.340, conhecida como Lei Maria da Penha, caracteriza e enquadra na lei cinco tipos de violência contra a mulher: física, psicológica, moral, sexual e patrimonial.

Entenda as violências:

Violência física: espancamento, tortura, lesões com objetos cortantes ou perfurantes ou atirar objetos, sacudir ou apertar os braços

Psicológica: ameaças, humilhação, isolamento (proibição de estudar ou falar com amigos)

Sexual: obrigar a mulher a fazer atos sexuais, forçar matrimônio, gravidez ou prostituição, estupro.

Patrimonial: deixar de pagar pensão alimentícia, controlar o dinheiro, estelionato

Moral: críticas mentirosas, expor a vida íntima, rebaixar a mulher por meio de xingamentos sobre sua índole, desvalorizar a vítima pelo seu modo de se vestir

A Lei 13.104/15 enquadrou a Lei do Feminícidio - o assassinato de mulheres apenas pelo fato dela ser uma mulher. O feminicídio é, por muitas vezes, o triste final de um ciclo de violência sofrido por uma mulher - por isso, as violências devem ser denunciadas logo quando ocorrem. A lei considera que há razões de condição de sexo feminino quando o crime envolve violência doméstica e familiar ou menosprezo ou discriminação à condição de mulher.

LEIA MAIS | Veja como denunciar violência doméstica durante a pandemia

Veja como buscar ajuda:

Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180

Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza (DDM-FOR)
Rua Teles de Souza, s/n - Couto Fernandes
Contatos: (85) 3108- 2950 / 3108-2952

Delegacia de Defesa da Mulher de Caucaia (DDM-C)
Rua Porcina Leite, 113 - Parque Soledade
Contato: (85) 3101-7926

Delegacia de Defesa da Mulher de Maracanaú (DDM-M)
Rua Padre José Holanda do Vale, 1961 (Altos) - Piratininga
Contato: 3371-7835

Delegacia de Defesa da Mulher de Pacatuba (DDM-PAC)
Rua Marginal Nordeste, 836 - Jereissati III
Contatos: 3384-5820 / 3384-4203

Delegacia de Defesa da Mulher do Crato (DDM-CR)
Rua Coronel Secundo, 216 - Pimenta
Contato: (88) 3102-1250

Delegacia de Defesa da Mulher de Icó (DDM-ICÓ)
Rua Padre José Alves de Macêdo, 963 - Loteamento José Barreto
Contato: (88) 3561-5551

Delegacia de Defesa da Mulher de Iguatu (DDM-I)
Rua Monsenhor Coelho, s/n - Centro
Contato: (88) 3581-9454

Delegacia de Defesa da Mulher de Juazeiro do Norte (DDM-JN)
Rua Joaquim Mansinho, s/n - Santa Teresa
Contato: (88) 3102-1102

Delegacia de Defesa da Mulher de Sobral (DDM-S)
Av. Lúcia Sabóia, 358 - Centro
Contato: (88) 3677-4282

Delegacia de Defesa da Mulher de Quixadá (DDM-Q)
Rua Jesus Maria José, 2255 - Jardim dos Monólitos
Contato: (88) 3412-8082

Casa da Mulher Brasileira

A Casa da Mulher Brasileira é referência no Ceará no apoio e assistência social, psicológica, jurídica e econômica às mulheres em situação de violência. Gerida pelo Estado, o equipamento acolhe e oferece novas perspectivas a mulheres em situação de violência por meio de suporte humanizado, com foco na capacitação profissional e no empoderamento feminino.

Telefones para informações e denúncias:

Recepção: (85) 3108.2992 / 3108.2931 – Plantão 24h
Delegacia de Defesa da Mulher: (85) 3108.2950 – Plantão 24h, sete dias por semana
Centro Estadual de Referência e Apoio à Mulher: (85) 3108.2966 - segunda a quinta, 8h às 17h
Defensoria Pública: (85) 3108.2986 / segunda a sexta, 8h às 17h
Ministério Público: (85) 3108. 2940 / 3108.2941, segunda a sexta , 8h às 16h
Juizado: (85) 3108.2971 – segunda a sexta, 8h às 17h

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Edinho é regularizado e pode estrear pelo Fortaleza

Tá no BID
15:13 | Ago. 03, 2021
Autor Brenno Rebouças
Foto do autor
Brenno Rebouças Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

O atacante Edinho, do Fortaleza, foi regularizado na tarde desta terça-feira, 3. O jogador aguardava a abertura da janela de transferências internacionais, que ocorreu no domingo, 1º, para enfim poder ter seu contrato com o Tricolor registrado. Com isso, ele está legalmente apto a jogar pelo clube.

Anunciado como reforço no primeiro dia de julho, Edinho se apresentou oficialmente à comissão técnica e elenco no último dia 5 e desde então vem apenas treinando. Se for da vontade do técnico Juan Pablo Vojvoda, o atacante pode até jogar já nesta quarta-feira, 5, contra o CRB-AL, no jogo de volta pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Cria da base tricolor, o ponta direita foi contratado até dezembro de 2024 e o Fortaleza comprou 50% de direitos econômicos dele que pertenciam ao Atlético-MG, por R$ 2 milhões. Agora, o clube cearense passa a ser dono da maior parte do passe do atacante, com 70%, tendo em vista que já tinha 20%.

Ontem, o Fortaleza conseguiu a regularização do chileno Ángelo Henríquez, que chegou no meio de julho e também vinha treinando regularmente no Pici.

O Tricolor embarcou para Maceió na noite de segunda-feira, 2, sem revelar a lista de relacionados. Na quarta, enfrenta o CRB no estádio Rei Pelé às 16h30min.

Leia Mais: Com apenas Benevenuto de fora, Fortaleza se prepara para o jogo de volta da Copa do Brasil

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags