PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Benfica alimenta má fase com empate diante do Marítimo

Vindo da goleada sofrida por 5 a 0 para o Basel pela Liga dos Campeões, o Benfica não conseguiu se recuperar na volta do Campeonato Português. Fora de casa, os Encarnados sucumbiram a pressão do time do Marítimo e empataram em 1 a 1. Jonas abriu o placar logo no início do jogo, mas o [?]

20:15 | 01/10/2017

Vindo da goleada sofrida por 5 a 0 para o Basel pela Liga dos Campeões, o Benfica não conseguiu se recuperar na volta do Campeonato Português. Fora de casa, os Encarnados sucumbiram a pressão do time do Marítimo e empataram em 1 a 1. Jonas abriu o placar logo no início do jogo, mas o resultado não foi mantido e, na segunda etapa, o placar foi igualado. Em outro duelo, o Belenenses ultrapassou o rival direto Vitória de Guimarães com a vitória por 1 a 0.

O jogo começou da maneira como todos do Benfica gostariam. Para espantar qualquer sufoco, a intensidade no início foi a marca registrada do time de Lisboa. Com um minuto, Sálvio já assustou com um chute que passou perto da trave. Um minuto depois veio o alívio e Jonas abriu o placar. O brasileiro acertou um grande arremate, no ângulo, e afastou a pressão dos maus resultados.

Com a vantagem no placar, o Benfica surpreendeu até mesmo o adversário e adotou uma postura mais cautelosa, deixando a bola para o time do Marítimo, que mostrou clara falta de qualidade para tentar se impor. Mesmo com a nova dinâmica, o Benfica teve com Jonas mais uma oportunidade de ampliar, mas desperdiçou. Aos poucos, os Encarnados voltaram a dominar as ações ofensivas e deram pouco espaço para o ataque do rival.

Na segunda etapa, as chances de gol continuaram e o Benfica tentou começar da mesma maneira como iniciou o confronto. Aos 13 minutos, Julio César salvou o time de Lisboa em lance conduzido por Rodrigo Pinho. Aos 21 veio o banho de aguá fria no time, até então, na frente do placar. Bebeto fez o cruzamento para a área e Ricardo Valente cabeçou no canto do goleiro brasileiro, que não conseguiu evitar o tento.

Com o empate no placar, o treinador Rui Vitória optou por colocar seu time à frente e o Benfica iniciou um jogo de ataque contra defesa diante do Marítimo. O goleiro Charles evitou ao menos duas grandes oportunidades dos Encarnados para avançar no resultado. Enquanto atacava, o time de Lisboa concedia os contra-ataques ao rival, que pouco aproveitou e apenas tentou se defender da pressão que sofria.

No outro jogo da rodada, o Belenenses venceu o Vitória de Guimarães por 1 a 0. O gol foi marcado ainda no primeiro tempo por Tandjigora, aos 26 minutos. O gabonês bateu falta direta para o gol e a bola entrou no ângulo, sem chances para o goleiro adversário.

O Vitória de Guimarães bem que tentou, chegou ao ataque diversas vezes, mas pecou na finalização e não conseguiu fazer o seu  tento. Com o resultado, o time foi ultrapassado pelo rival deste domingo, que abriu três pontos de vantagem.

Gazeta Esportiva

TAGS