PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Barça envia olheiros para acompanhar Kane e Eriksen em Madrid

O empate por 1 a 1 diante do Tottenham pode não ter sido o melhor dos resultados para o Real Madrid, mas o Barcelona conseguiu aproveitar o confronto de alguma maneira. De acordo com o jornal Mundo Deportivo, o clube catalão enviou olheiros para a capital espanhola, com o intuito de acompanhar de perto o [?]

14:45 | 18/10/2017

O empate por 1 a 1 diante do Tottenham pode não ter sido o melhor dos resultados para o Real Madrid, mas o Barcelona conseguiu aproveitar o confronto de alguma maneira. De acordo com o jornal Mundo Deportivo, o clube catalão enviou olheiros para a capital espanhola, com o intuito de acompanhar de perto o centroavante Hary Kane e o meia Christian Eriksen, destaques do time londrino.

Segundo rumores da imprensa europeia, os merengues foram os primeiros a se interessarem pelo artilheiro da última edição do Campeonato Inglês. No entanto, os azuis e grená também colocaram Kane em seu radar e podem disputar o reforço de peso já na próxima janela de transferências, em janeiro.

Leia mais: Goleiro titular da França elogia postura do Tottenham contra o Real Madrid

Na partida realizada no Santiago Bernabéu, o Barça enviou um importante nome de seu corpo diretivo para observar o o britânico e o dinamarquês. Ex-jogador do clube, Roberto Fernandez foi visto nas tribunas do estádio durante o jogo da fase de grupos da Liga dos Campeões.

O interesse na dupla de sucesso acontece por razões óbvias. Na última temporada, Kane anotou 29 gols em 30 jogos disputados pela Premier League e, somente em 2017, já balançou as redes em um total de 37 vezes, cinco a mais que Cristiano Ronaldo, por exemplo. Já Eriksen foi o vice-líder de assistências no Inglês 2016/17, com 15 passes diretos para gol em 36 aparições.

Apesar do interesse e do poder financeiro do Barcelona, tirar o centroavante e o meia do Tottenham será uma tarefa no mínimo complicada. O primeiro tem contrato válido até 2022 e um valor de mercado estipulado em 60 milhões de euros, segundo o site Transfermarket, enquanto o segundo tem vínculo com os ingleses até 2020 e deve custar, pelo menos, 40 milhões de euros.

Gazeta Esportiva

TAGS