Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Saída de Van Nistelrooy do United se deve a briga com Cristiano Ronaldo

Dois dos maiores nomes da década passada do Manchester United, Ruud van Nistelrooy e Cristiano Ronaldo, foram atores de uma séria briga durante um treinamento dos Diabos Vermelhos. Segundo Alastair Campbell, pessoa próxima ao então técnico da equipe inglesa Alex Ferguson, os jogadores se desentenderam em um treinamento em 2006, causando a saída do atacante holandês [?]
13:00 | Set. 24, 2017
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Dois dos maiores nomes da década passada do Manchester United, Ruud van Nistelrooy e Cristiano Ronaldo, foram atores de uma séria briga durante um treinamento dos Diabos Vermelhos. Segundo Alastair Campbell, pessoa próxima ao então técnico da equipe inglesa Alex Ferguson, os jogadores se desentenderam em um treinamento em 2006, causando a saída do atacante holandês da equipe.

Segundo o relato publicado neste domingo no jorna inglês The Times, Ferguson já vinha percebendo um comportamento pouco profissional do atacante holandês e viu a discussão dele com Cristiano Ronaldo como a gota d?água.

?Ferguson notava que o van Nistelrooy andava muito egocêntrico. O problema final foi quando disse que o Cristiano encontrara um novo pai em Carlos Queiroz, pouco depois de o seu pai ter morrido devido aos problemas com o álcool. O Carlos pediu que o respeitasse e ele disse que não respeitava ninguém ali. Mas tarde, ele pediu desculpa, mas o Cristiano não aceitou?, confessou Alistair Campbell.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

?Carlos pediu respeito e disse que Nistelrooy não respeitava ninguém ali. Mais tarde, ele pediu desculpas, porém Cristiano Ronaldo não aceitou. Ferguson mandou Van Nistelrooy para casa. Não sabia o que fazer com ele?, completou.

Após o ocorrido, o atacante holandês que era visto como um ídolo da torcida do Manchester United com 150 gols em 219 jogos, foi vendido ao Real Madrid, onde permaneceu até 2010. Já Cristiano Ronaldo continuou evoluindo o seu futebol no clube inglês até 2009, quando foi negociado com o mesmo Real Madrid, e reencontrou Van Nistelrooy. Eles chegaram a atuar juntos por pouco tempo com a camisa merengue.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags