PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Premier League fecha janela com 1,6 bilhão de euros em contratações

  Com o fim da janela de transferências, encerrada nesta quinta-feira, a Premier League bateu um novo recorde. A liga mais poderosa da Europa gastou impressionantes 1,6 bilhões de euros (aproximadamente R$ 5,8 bilhões) e superou a marca da temporada passada quando os clubes ingleses desembolsaram 1,29 bilhões de euros (cerca de R$ 4,7 bilhões). [?]

16:45 | 01/09/2017

 

Com o fim da janela de transferências, encerrada nesta quinta-feira, a Premier League bateu um novo recorde. A liga mais poderosa da Europa gastou impressionantes 1,6 bilhões de euros (aproximadamente R$ 5,8 bilhões) e superou a marca da temporada passada quando os clubes ingleses desembolsaram 1,29 bilhões de euros (cerca de R$ 4,7 bilhões).

O clube que mais gastou nesse período foi o Manchester City, que comandado por Pep Guardiola, pretende brigar pelo título tanto do Campeonato Inglês como da Liga dos Campeões, principal torneio de clubes do Velho Continente. Os citizens gastaram um total de 240 milhões de euros (cerca de R$ 864 milhões) pelo lateral Mendy e meia Bernardo Silva (ex-Monaco), o lateral Kyle Walker (ex-Tottenham), e os brasileiros Danilo (ex-Real Madrid), Éderson (ex-Benfica) e Douglas Luiz (ex-Vasco).

No último dia, o mercado foi bastante movimentado. A principal negociação foi do atacante Oxlade-Chamberlain saiu do Arsenal e foi para o Liverpool pelo valor de 35 milhões de libras (aproximadamente R$ 141,5 milhões), e aumentou as chances dos Reds de voltar a ganhar o principal campeonato nacional, algo que não acontece desde 1990.

A expectativa é que, com o alto valor gasto para reforçar os elencos,  os clubes ingleses façam bonito na Champions League, já que pela primeira vez na história o torneio terá cinco times do país. Nesta edição, Manchester United (Grupo A), Chelsea (Grupo C), Liverpool (Grupo E), Manchester City (Grupo F) e o Tottenham (Grupo H) estarão representando a Inglaterra, e tentarão conquistar a famosa ?Orelhuda?, que não fica com um desses clubes desde a edição 2011/2012, quando os Blues venceram nos penaltys o Bayern de Munique.

 

Gazeta Esportiva

TAGS