PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Prass fala em dificuldade para arbitragem e celebra empate

A partida entre Atlético-MG e Palmeiras foi difícil para todos que estiveram em campo. O empate por 1 a 1 no estádio Independência teve três pênaltis marcados ? sendo apenas um convertido ? dois palmeirenses expulsos e outros dois lances de reclamação de penalidades, um de cada equipe. ?Foi um jogo muito difícil para nós, [?]

18:45 | 09/09/2017

A partida entre Atlético-MG e Palmeiras foi difícil para todos que estiveram em campo. O empate por 1 a 1 no estádio Independência teve três pênaltis marcados ? sendo apenas um convertido ? dois palmeirenses expulsos e outros dois lances de reclamação de penalidades, um de cada equipe.

?Foi um jogo muito difícil para nós, para o Atlético-MG e para a arbitragem. Com um a menos, tivemos uma das chances mais claras, que foi o pênalti, e dois contra-ataques, um com o Moisés e outro com o Egídio. Com dois a menos fica muito complicado. Fizemos uma grande partida, conseguimos controlar mesmo com dois a menos, fazer a saída técnica. O empate aqui não podemos desprezar, não?, afirmou o goleiro Fernando Prass.

O início de partida em BH já mostrou como a partida seria complicada para o árbitro Leandro Pedro Vuaden. Com apenas três minutos, Luan parou finalização de Willian com o braço dentro da área, mas a arbitragem mandou o lance seguir.

Ao longo da primeira etapa, Vuaden ainda marcou pênalti de Egídio, em que Prass defendeu cobrança de Fred, e Luan, convertido por Fabio Santos. Na etapa final, o árbitro anotou penalidade de Leonardo Silva, mas Deyverson desperdiçou a chance.

Por fim, os atleticanos reclamam de um toque de mão de Deyverson em sua área, mas Vuaden anotou falta de Fred em cima do palmeirense antes da infração.

?Jogando com nove a equipe foi guerreira. Tivemos a chance de fazer o pênalti no segundo tempo, mas não conseguimos. Mas parabéns pelo empenho e pela garra. Ficou bom o empate?, disse o atacante Dudu.

Com o resultado, o Verdão mantém a quarta posição, agora com 37 pontos (13 a menos do que o líder Corinthians), mas ainda pode ser ultrapassado pelo Flamengo no domingo. Já o Atlético-MG, com 30, ocupa momentaneamente a nona colocação (ainda pode ser ultrapassado no complemento da rodada).

Gazeta Esportiva

TAGS