PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Militão faz gol inédito, se redime em Salvador e agrada a Dorival

O polivalente Éder Militão marcou o seu primeiro gol como jogador profissional do São Paulo no triunfo por 2 a 1 sobre o Vitória, no último domingo, no Barradão. Zagueiro e volante na base, o jogador de 19 anos vem se destacando em outra posição no time principal: a lateral direita. Foi nessa função em [?]

13:15 | 18/09/2017

O polivalente Éder Militão marcou o seu primeiro gol como jogador profissional do São Paulo no triunfo por 2 a 1 sobre o Vitória, no último domingo, no Barradão. Zagueiro e volante na base, o jogador de 19 anos vem se destacando em outra posição no time principal: a lateral direita.

Foi nessa função em que atuou em Salvador, sendo seguro defensivamente e eficiente no ataque. Foram três desarmes, quatro rebatidas, 46 passes, sendo apenas quatro errados, um cruzamento e duas finalizações, uma que passou perto e outra no alvo, ambas de cabeça.

Dessa forma, Militão se redimiu do fraco desempenho na capital baiana, em 6 de agosto, quando o São Paulo perdeu por 2 a 1 para o Bahia, no encerramento do primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

Na ocasião, ele jogou como zagueiro e substituiu o suspenso Rodrigo Caio, ficando do lado direito do miolo de zaga composto também por Arboleda. Foi explorando o setor de Militão, porém, que os baianos marcaram os seus dois gols.

Antes da redenção em Salvador, o jovem defensor sofreu outro baque. Na vitória por 3 a 2 sobre o Cruzeiro, no Morumbi, em 13 de agosto, Militão começou como volante, mas foi mal e acabou substituído por Jucilei ainda no intervalo.

?Ele vinha trabalhando bem havia algum tempo. Teve a oportunidade como volante. Foi uma judiação ele não ter conseguido dar a dinâmica que vinha dando em treinamentos. Como lateral, ganhamos muita consistência. Ganhamos também mais um gomem de área?, avaliou o técnico Dorival Júnior, após a vitória tricolor.

Esta, no entanto, não foi a primeira vez que Militão jogou de lateral direito. Ainda sob o comando de Rogério Ceni, realizou a função em determinados momentos nas derrotas para Cruzeiro, em sua estreia como profissional, e Atlético-PR, por 1 a 0, ainda no primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

Já Dorival Júnior quase sempre o enxergou como lateral direito. Com 11 jogos no time principal do São Paulo, Militão foi a solução encontrada para o mal momento de Buffarini e a lesão de Bruno. ?Fico satisfeito, porque ele tem características muito boas para atuar tanto por dentro quanto por fora?, ressaltou.

Com 27 pontos ganhos em 24 rodadas, o São Paulo é o 17º colocado do Brasileiro, ocupando a zona de rebaixamento, portanto. O elenco recebeu folga nesta segunda-feira e iniciará a preparação para o clássico contra o Corinthians na manhã desta terça, no CCT da Barra Funda.

Gazeta Esportiva

TAGS