PUBLICIDADE
Futebol

Juninho espera aproveitar brecha de Luan na titularidade do Palmeiras

A Gazeta Esportiva já apontou que Cuca nunca repetiu a escalação do Palmeiras em partidas consecutivas pelo Campeonato Brasileiro desde sua volta ao clube. A situação recente na zaga, porém, tem sido diferente. Desde a contusão de Yerry Mina, na partida contra o Barcelona de Guaiaquil, pelas oitavas de final da Copa Libertadores, Luan e […]

18:15 | 13/09/2017

A Gazeta Esportiva já apontou que Cuca nunca repetiu a escalação do Palmeiras em partidas consecutivas pelo Campeonato Brasileiro desde sua volta ao clube. A situação recente na zaga, porém, tem sido diferente.

Desde a contusão de Yerry Mina, na partida contra o Barcelona de Guaiaquil, pelas oitavas de final da Copa Libertadores, Luan e Edu Dracena se estabeleceram como titulares do Verdão. A dupla já acumula quatro partidas consecutivas juntos, mas essa sequência será quebrada na próxima segunda-feira, contra o Coritiba, já que o ex-vascaíno está suspenso e será substituído por Juninho.

“A gente trabalha forte para quando surgirem essas oportunidades. Estou confiante, bem trabalhado. É mais uma chance e quero aproveitar ao máximo. Atuar ao lado do Edu Dracena é importante. Ele é experiente, todos sabem de sua história no futebol, e isso nos ajuda em campo”, disse o defensor.

Apesar de reserva, Juninho soma 12 jogos pelo Palmeiras neste Campeonato Brasileiro, um a menos que Edu Dracena e Luan. Em campo, o zagueiro sabe que tem características diferentes às dos companheiros, mas está confiante para a próxima partida.

“Todos os zagueiros tem que ser assim, saber chegar duro e não brincar atrás. Mas cada jogador tem sua característica. Mina e Luan saem mais, eu e o Edu preferimos resguardar. Não dá para saírem os dois, já que ao menos um precisa estar postado para ajudar a equipe”, disse o atleta, revelado no Coritiba.

“É um pouco difícil enfrentar o clube que me revelou, mas em campo temos que deixar isso de lado. O Coritiba me ajudou muito a chegar até aqui, sou muito agradecido. Quando o juiz apita, tem que deixar isso de lado para dar o máximo e impor seu papel em campo”, finalizou.

Com Juninho entre os titulares, o Palmeiras recebe o Coritiba nesta segunda-feira, às 20h (de Brasília), no Pacaembu, já que o Palestra Itália estará fechado para receber uma série de shows e ainda terá o gramado trocado. No lugar de Willian, também suspenso por cartão vermelho, Guerra deverá ser o escolhido.

Gazeta Esportiva