PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Grandes europeus estariam inclinados a acabar com o mercado de inverno, diz jornal

Depois das grandes movimentações ocorridas na última janela de transferências do futebol europeu, alguns dos maiores clubes do velho continente estariam plenamente interessados em abolir o mercado de inverno, instaurado pela Uefa em 2003 e que, desde então, ocorre todo mês de janeiro, na metade da temporada. Diante de propostas cada vez mais tentadoras e [?]

16:15 | 11/09/2017

Depois das grandes movimentações ocorridas na última janela de transferências do futebol europeu, alguns dos maiores clubes do velho continente estariam plenamente interessados em abolir o mercado de inverno, instaurado pela Uefa em 2003 e que, desde então, ocorre todo mês de janeiro, na metade da temporada. Diante de propostas cada vez mais tentadoras e valores cada vez mais astronômicos, os times estariam temerários em perder jogadores importantes durante suas respectivas campanhas.

Segundo o jornal inglês The Sun, Barcelona, Real Madrid, Bayern de Munique e Juventus seriam os principais inclinados a reduzir o período de transferências apenas à janela de verão, que ocorre no meio do ano, em período equivalente à pré-temporada europeia. O pedido precisaria ser aprovado pela Fifa e pela Uefa e, inclusive, já estaria nas mãos de responsáveis das duas entidades.

A possibilidade de mudar o calendário europeu de futebol surgiu dias depois da Liga Inglesa alterar a data de fechamento da janela de transferências para os clubes britânicos. Para evitar situações como a ocorrida com Coutinho, que permaneceu com o futuro indefinido mesmo depois de iniciada a temporada do Liverpool, a partir da próxima temporada o mercado passará a se encerrar na quinta-feira anterior ao início da temporada na Inglaterra.

Gazeta Esportiva

TAGS