PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Ex-brasileiro do Bayern afirma que ida de Neymar destruiu o mercado europeu

Com os fortes rumores de que Neymar e Cavani não estão mais se entendendo nos bastidores do Paris Saint-Germain, o craque da Seleção Brasileira foi assunto mais uma vez assunto na mídia internacional. O ex-jogador brasileiro Giovani Élber, com ótima passagem no futebol alemão e ídolo do Bayern de Munique concedeu entrevista ao canal de [?]

14:45 | 20/09/2017

Com os fortes rumores de que Neymar e Cavani não estão mais se entendendo nos bastidores do Paris Saint-Germain, o craque da Seleção Brasileira foi assunto mais uma vez assunto na mídia internacional. O ex-jogador brasileiro Giovani Élber, com ótima passagem no futebol alemão e ídolo do Bayern de Munique concedeu entrevista ao canal de televisão DAZN  e falou sobre a ida do atleta para o clube francês nesta janela de transferências.

?Nenhum clube do futebol alemão pagaria 100 ou 200 milhões de euros por um jogador, nenhum vale tanto dinheiro assim. Neymar é sublime, um jogador diferenciado e do melhor nível, mas penso que o Paris-Saint Germain destruiu todo o mercado, não só com o Neymar mas também com o Mbappé. Não é saudável para o futebol esse tipo de contratação?, afirmou Élber, que atuou por 15 anos no futebol europeu.

No futebol europeu desde a temporada 2013/2014 quando foi contratado pelo Barcelona, Neymar decidiu mudar de ares e confirmou sua ida para o PSG, num acordo milionário de 222 milhões de euros (aproximadamente R$ 822 milhões), se tornando o jogador mais caro da história do futebol, ultrapassando a marca que até então era do meia francês Paul Pogba, que deixou a Juventus e foi para o Manchester United na temporada 2016/2017.

Sem atuar profissionalmente desde 2006, Élber começou cedo a carreira fora do Brasil. Apesar de iniciar no Londrina, em 1989, o craque foi no ano seguinte para o Milan, e desde então fez boas temporadas por Grasshopper, Stuttgart e Lyon. Seu auge foi sua ótima passagem pelo Bayern de Munique, onde ficou de 1997 até 2003, conquistando nove títulos, o principal deles a Liga dos Campeões na edição de 2000/2001. O ótimo desempenho fez com que Élber fosse convocado para a Seleção Brasileira, onde atuou em 15 partidas e anotou sete gols.

 

 

Gazeta Esportiva

TAGS