PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Em duelo no Independência, Palmeiras busca findar tabu e Galo mira G6

O objetivo dos dois no momento é o mesmo: a vaga na Libertadores. O caminho possível, na pior das hipóteses, é ficar, pelo menos, no G6. Para o Atlético-MG a situação é mais difícil, sendo que o time está em 10º, com 29 pontos, mas a dois do grupo dos seis primeiros. Já para o [?]

20:15 | 08/09/2017

O objetivo dos dois no momento é o mesmo: a vaga na Libertadores. O caminho possível, na pior das hipóteses, é ficar, pelo menos, no G6. Para o Atlético-MG a situação é mais difícil, sendo que o time está em 10º, com 29 pontos, mas a dois do grupo dos seis primeiros. Já para o Palmeiras, a expectativa é se manter na parte superior da tabela do Brasileirão, com 36 tentos, na 4ª colocação. Cada um com seu sonho, Galo e Verdão se enfrentam, na tarde deste sábado, às 16h (de Brasília), no Independência.

O Alvinegro está pronto para o jogo. O técnico Rogério Micale já pode contar com Cazares, que retornou da seleção equatoriana, e assumiu novamente a condição de titular. O experiente Robinho perde espaço no time e volta a figurar entre os reservas.

A novidade da escalação ficou por conta de Fred. O jogador vinha lutando para recuperar sua vaga e isso acontece no duelo contra o Palmeiras. O companheiro, Rafael Moura, volta aos reservas. Mas vale ressaltar, o camisa 9 vive um jejum de gols, seis partidas sem balançar as redes, o maior desde que chegou ao time mineiro.

Na frente, o treinador alvinegro mandará um time ofensivo, com Valdívia de um lado, Luan do outro, Cazares na armação e Fred para balançar as redes. Na direita, Micale se vê obrigado a fazer uma alteração. O lateral Marcos Rocha está suspenso e Alex Silva volta a ser relacionado.

O Palmeiras tenta acabar com um curioso e amargo jejum: a equipe alviverde ainda não venceu no estádio Independência reformado, palco da partida do próximo sábado. Desde a reinauguração do local, em 25 de abril de 2012, foram cinco jogos contra o Galo, quatro derrotas e um empate, e um empate (1 a 1) com o América-MG, na Série B de 2013.

Sem jogar desde o dia 27 de agosto, o Cuca aproveitou o tempo de treinos para ensaiar a equipe titular para o restante do Campeonato Brasileiro. O período também serviu para aprimorar o time que busca o título do segundo turno e, quem sabe, o campeonato (o Palmeiras está 14 pontos atrás do líder Corinthians). Para isso, porém, o Verdão terá que superar as dificuldades de atuar no Independência.

?Lá em Belo Horizonte é sempre muito difícil jogar porque tem uma força da arquibancada. O Independência tem muita imponência. O Atlético-MG sabe jogar, principalmente quando faz o abafa, tem aquela pegada forte, e uma qualidade inquestionável. Esses fatores fazem o jogo muito difícil?, disse o técnico Cuca.

Pegando como base a formação que mais ensaiou ao longo dos últimos dias, o Palmeiras deverá ter duas as trocas em relação à goleada sobre o São Paulo. Egídio substitui Michel Bastos, e Mayke assume a vaga de Jean (que passa a jogar no meio de campo, no lugar de Bruno Henrique).

?Pra mim é muito bom quando tem 10 dias para trabalhar, porque você consegue trabalhar todas as opções, deixar o grupo inteiro trabalhado, não só o time. Essa semana tivemos diversos treinos táticos. Temos confiança de ir para BH fazer um bom jogo. Sabendo que é muito difícil ganhar do Atlético lá, é jogo complicado, grande, mas trabalhamos bem para isso?, completou.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG X PALMEIRAS

Local: Estádio Independência, em São Paulo (SP)

Data: 8 de setembro de 2017, sábado

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes: Jose Eduardo Calza e Mauricio Coelho Silva Penna (ambos RS)

ATLÉTICO-MG: Victor; Alex Silva, Léo Silva, Gabriel, Fabio Santos; Adilson, Elias, Cazares; Luan, Fred, Valdivia

Técnico: Rogério Micale

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Luan, Edu Dracena e Egídio; Tchê Tchê, Jean, Moisés e Guerra, Willian Deyverson

Técnica: Cuca

Gazeta Esportiva

TAGS