PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Corinthians deve ter mais três semanas de apreensão com a janela

Lateral é o maior alvo de clubes do exterior

07:45 | 02/09/2017

O Corinthians viu a janela de transferências internacionais se encerrar na maioria dos países da Europa na última sexta-feira, mas ainda deve ter mais três semanas de apreensão até confirmar que manterá esse elenco até o final do ano. Mesmo com Espanha, Itália e Inglaterra impossibilitados, o clube pode ser alvo de mercados que já lhe causaram certo transtorno recentemente.

Um dos casos é o da Turquia, que só encerra seu período de negociações na próxima sexta-feira, dia 8. Dona de times com bom poder aquisitivo, a liga turca tem predileção por brasileiros e foi responsável por contratar, por exemplo, André Santos e Cristian, em 2009, quando o Timão se vangloriava de ter vencido o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil.

Mais recentemente, o meia Rodriguinho foi alvo do Fenerbahce-TUR, em tratativa que chegou a abalar a relação entre o armador e a diretoria. Preocupada com uma reação negativa da torcida no começo do ano, ainda sem saber o que o técnico Fábio Carille podia oferecer ao clube, a cúpula alvinegra barrou a saída do meio-campista apesar da vontade do camisa 26 em ser transferido.

Além dos turcos, outro mercado que tem potencial para tirar atletas do Timão é o português, que só encerrará atividades no dia 22 de setembro. Ano passado, por exemplo, o Porto contratou o zagueiro Felipe e o Sporting, de Lisboa, foi responsável pelas saídas do volante Elias e do centroavante André. Na avaliação da comissão técnica, se ao menos o meio-campista ou o defensor permanecessem, o Corinthians teria assegurado uma vaga na Libertadores.

Conhecido por buscar atletas jovens e de bom potencial futuro de venda, o futebol português teria como alvos preferenciais o lateral esquerdo Guilherme Arana e o volante Maycon. Como os preços acabaram inflacionados no encerramento da janela, porém, o mais provável é que não chegue uma oferta ?irrecusável? para os diretores.

?É muito importante manter todo mundo, nossa equipe está muito entrosada, focada. Ficando todos vamos ajudar até o final da temporada. Todos que estão aqui são importantes para o elenco. É aproveitar agora porque no domingo tem mais um jogo difícil?, avaliou o zagueiro Pedro Henrique.

Fora da Europa, o Timão ainda pode sofrer com algum assédio de países como o Qatar, cuja janela se encerra no dia 30 de setembro, ou os Emirados Árabes Unidos, últimos dessa lista, que só colocam um ponto final nas negociações no dia 2 de outubro.

Gazeta Esportiva

TAGS