PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Cavani e Neymar se reunem nesta quarta para decidir sobre cobranças de pênalti

09:45 | 19/09/2017
NULL
NULL(Foto: )

[FOTO1] A confusão entre Neymar e Cavani deve ser resolvida ainda nesta semana. Segundo o jornal francês Le Parisien, o dono do Paris Saint-Germain Nasser Al-Khelaifi pediu uma reunião para esta quarta-feira com a presença dos dois atacantes, além do treinador Unai Emery e o diretor de futebol Antero Henrique. A proposta da conversa é fazer com que ambos entrem em um acordo sobre cobranças de pênalti e falta.

No último final de semana, o PSG venceu o Lyon por 2 a 0 no Campeonato Francês, mas o placar poderia ter sido maior. Durante o tempo normal da partida, o uruguaio Cavani assumiu a responsabilidade de bater um pênalti, que Neymar havia pedido para fazer as honras. Após uma pequena discussão no gramado, o veterano “pediu licença” ao brasileiro e tentou converter, mas o goleiro adversário defendeu sem muita dificuldade.

Além deste lance, Neymar e Cavani foram envolvidos ainda em outra polêmica durante a partida, na hora da cobrança de uma falta. Cavani se postou para bater, novamente, Dani Alves chegou para fazer a função e repassou a bola para o colega de Seleção, que realizou a cobrança.

Depois disso, diversos rumores de que os dois teriam se agredido verbalmente no vestiário circularam pela imprensa do mundo todo e, diante da situação, a diretoria parisiense decidiu intervir. De acordo com a matéria dos franceses, a reunião vai acontecer nesta quarta para que definitivamente entrem num acordo. Uma das soluções propostas será para que Neymar e Cavani intercalem nas cobranças. “Vamos organizar internamente. Acho que ambos são capazes de cobrar pênaltis. Quero que os dois façam esse rodízio para bater”, disse o treinador Unai Emery.

Bom de grupo

Unai Emery tem contrato com o Paris Saint-Germain até o final desta temporada, mas possui uma clausula em seu vínculo que garante uma renovação automática, caso o time francês alcance às semifinais da Liga dos Campeões. Ainda assim, Antero Henrique pode se desfazer do técnico, caso problemas como este entre Neymar e Cavani não sejam resolvidos.

Além disso, a imprensa estrangeira já aponta que o diretor de futebol tem um nome para substituir o espanhol se algo não sair conforme o esperado. Trata-se do português André Villas Boas, que atualmente treina o Shanghai SIPG, mas chegou a assumir o controle de grandes equipes, como Porto e Chelsea.

 


Gazeta Esportiva

TAGS