PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Bruno Alves faz mistério na zaga e prevê ?divisor de águas?

Apresentado há pouco mais de duas semanas, Bruno Alves vive a expectativa de estrear com a camisa do São Paulo, após treinar entre os titulares nesta terça e quarta-feira. O zagueiro, contudo, despistou sobre quem será o substituto do suspenso Arboleda na partida contra a Ponte Preta, sábado, no Morumbi. ?Estou preparado, mas tem três [?]

19:15 | 06/09/2017

Apresentado há pouco mais de duas semanas, Bruno Alves vive a expectativa de estrear com a camisa do São Paulo, após treinar entre os titulares nesta terça e quarta-feira. O zagueiro, contudo, despistou sobre quem será o substituto do suspenso Arboleda na partida contra a Ponte Preta, sábado, no Morumbi.

?Estou preparado, mas tem três opções, o Dorival está testando. A disputa está aberta. Tem eu, Lugano, e Aderllan, hoje eu treinei, mas Dorival vai definir até sexta?, afirmou o camisa 34, em entrevista coletiva, nesta quarta-feira, no CCT da Barra Funda.

Diante da insistência dos jornalistas, Bruno Alves manteve o tom misterioso. Indagado se sua presença na entrevista coletiva era um indício de titularidade, o defensor foi sucinto. ?Todos têm a mesma porcentagem. O Dorival vai escolher antes do jogo e todos estão preparados?, disse.

Aos 26 anos, Bruno garante que não se ressente de estrear em um momento tão complicado para o clube, que ocupa o 19º e penúltimo lugar do Campeonato Brasileiro, com 23 pontos. ?Estou confiante, procurando dar meu melhor em todos os treinos para tirar o São Paulo dessa situação?, assegurou, antes de analisar o significado do duelo com a Macaca.

?Nossa matemática é depender só de nós, buscando a vitória a cada jogo, e buscar os pontos. Esse jogo contra a Ponte Preta vai ser um divisor de águas, dependendo do resultado podemos sair da zona nessa rodada?, projetou.

No treino desta tarde, Bruno treinou ao lado de Rodrigo Caio na zaga da equipe titular. De acordo com o ex-Figueirense, ter o zagueiro da Seleção Brasileira por perto está lhe trazendo benefícios.

?Nos treinamentos ele é um excelente zagueiro, nível de Seleção Brasileira. Todo mundo conhece o trabalho dele. Ele passa orientações ali de posicionamento, tenho certeza de que quem jogar no lugar dele, vai dar conta do recado?, afirmou.

O São Paulo é o quarto time mais vazado do Brasileiro, com 33 gols sofridos. Segundo Bruno Alves, a paralisação do torneio em função das Eliminatórias para a Copa do Mundo ajudou o técnico Dorival Júnior a buscar soluções.

?É encaixe. Como toda gol não é culpa só da defesa. A parada foi boa para o Dorival intensificar os treinamentos. Acredito que ele está se preparando para a gente fazer um bom jogo?, encerrou.

Gazeta Esportiva

TAGS