PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Botafogo visita o Grêmio em busca de vaga para a semifinal da Libertadores

O choque entre dois brasileiros que estão se destacando vai coroar um deles e conduzi-lo às semifinais da Copa Libertadores. Grêmio e Botafogo duelam na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS), às 21h45(de Brasília), em confronto válido pela rodada de volta das quartas de final. Na ida, no Rio de Janeiro, empate sem gols, [?]

20:15 | 19/09/2017

O choque entre dois brasileiros que estão se destacando vai coroar um deles e conduzi-lo às semifinais da Copa Libertadores. Grêmio e Botafogo duelam na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS), às 21h45(de Brasília), em confronto válido pela rodada de volta das quartas de final. Na ida, no Rio de Janeiro, empate sem gols, que agora dá a classificação a quem vencer no tempo normal. Novo 0 a 0 forçará a disputa de pênaltis e qualquer igualdade a partir de 1 a 1 serve aos cariocas, pois os gols anotados como visitante valem para critério de desempate.

As duas equipes chegam em momentos distintos. O Botafogo ganhou os dois últimos jogos no Campeonato Brasileiro por 2 a 0, diante de Flamengo e Santos, enquanto que o Grêmio tem caído de produção, perdeu da Chapecoense por 1 a 0 e viu serem reduzidas consideravelmente as chances de conquistar o título do Brasileirão.

Se o clube gaúcho aposta no fator campo, o Botafogo confia nos histórico como visitante nesta Libertadores. Até aqui, o time carioca jogou seis vezes nessas condições e apenas em duas ocasiões, derrota de 1 a 0 para Olimpia, no Paraguai, e Estudiantes, na Argentina, não conseguiria a vaga no Rio Grande do Sul em caso de repetição de placar. Nas demais partidas, o Botafogo fez longe de casa um resultado que o levará às semifinais se for reproduzido contra o Grêmio. Foi assim nos empates por 1 a 1 com o Colo-Colo, no Chile, pela pré-Libertadores, e com o Barcelona, no Equador, pela fase de grupos. Ainda pela etapa de chaves o time derrotou o Atlético Nacional por 2 a 0 na Colômbia e o o Nacional do Uruguai, por 1 a 0, este último já pelas oitavas de final.

?Acredito que temos uma maneira de jogar que nesta Libertadores tem rendido bons frutos quando atuamos na condição de visitante. É importante que isso se repita contra o Grêmio. Vamos precisar marcar de maneira constante, mas sempre buscando a vitória. Se marcarmos gols vamos tornar a vida do adversário muito complicada e por isso mesmo precisamos ter um lado bem ofensivo em campo?, disse o volante Bruno Silva.

Mas para confirmar a vaga, o técnico Jair Ventura quer ver seu time ?cirúrgico? no Rio Grande do Sul.

?O Grêmio sabe matar os jogos em casa e por isso temos que ser cirúrgicos. Uma bola que apareça teremos que colocar para dentro. Um gol nossa muda tudo e por isso mesmo temos que ser inteligentes?, avisou Jair.

O Grêmio terá o retorno do volante Michel, que não disputou o primeiro jogo, pois estava suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Já as presenças do zagueiro Pedro Geromel e do meia-atacante Luan vão ser mistério até minutos antes do início do duelo. O primeiro está mais próximo do retorno e deve voltar a fazer dupla de defesa com Walter Kannemann. Assim, o garoto Bressan vira alternativa para o decorrer do jogo.

O caso do meia-atacante Luan é mais complicado. O camisa 7 sofreu um edema muscular na coxa direita e há grandes possibilidade de que ele não esteja apto para a partida. Como substitutos, o técnico Renato Portaluppi tem três possibilidades. Assim, os jogadores Everton, Michael Arroyo e Léo Moura podem aparecer na posição como alternativas. Em entrevista coletiva, o comandante gremista ressaltou que não deve colocar em campo atletas ainda com resquícios de lesão.

?É um jogo decisivo certamente, mas eu jamais vou colocar um jogador dentro de campo sabendo que ele pode ter uma lesão grave ou agravar aquela lesão com 5 ou 10 minutos de jogo. Não é a final. É um jogo importantíssimo? Sim, mas às vezes não adianta colocar o jogador e perdê-lo para o restante do ano. Se tiver qualquer tipo de risco, eu não colocar em campo. Os jogadores que entrarem em campo, em termos de lesão, podem ter certeza que vão estar bem?, afirmou Renato.

?Não estamos vivendo um momento maravilhoso, mas posso garantir que não existe nada de negativo. Nós, queiram ou não, conseguimos um grande resultado na partida de ida. Não marcamos gol, mas não sofremos e confiamos na nossa força em casa?, finalizou o técnico do Grêmio.

O Botafogo deverá manter a base da partida de ida, com a entrada do lateral-esquerdo Víctor Luís, que estava suspenso no Rio de Janeiro, no lugar de Gilson. O meia chileno Leonardo Valencia tem tudo para permanecer entre os titulares.

Grêmio e Botafogo se enfrentaram três vezes esse ano. Antes do empate sem gols pela partida de ida aconteceram dois duelos pelo Brasileirão. O Tricolor gaúcho, atualmente na segunda posição com 43 pontos, venceu por 2 a 0 no Rio Grande do Sul. O Glorioso, que tem 37 pontos na sétima colocação, deu o troco no returno, fazendo 1 a 0 no Rio de Janeiro.

Quem se classificar deste choque de brasileiros pode cruzar com outro time do Brasil nas semifinais, já que esta chave cruza com Santos ou Barcelona de Guayaquil, que se enfrentam no mesmo horário em São Paulo. Na ida, em território equatoriano, os times empataram por 1 a 1.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO-BRA X BOTAFOGO-BRA

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Data: 20 de setembro de 2018 (Quarta-feira)

Horário: 21h45(de Brasília)

Árbitro: Patricio Lostau (Argentina)

Assistentes: Juan Belatti (Argentina) e Ezequiel Brailovsky (Argentina)

GRÊMIO: Marcelo Grohe, Edílson, Pedro Geromel, Walter Kannemann e Bruno Cortez; Arthur, Michel, Ramiro, Luan (Everton) e Fernandinho; Lucas Barrios

Técnico: Renato Gaúcho

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Víctor Luís; Bruno Silva, Matheus Fernandes, João Paulo e Leonardo Valencia; Rodrigo Pimpão e Roger

Técnico: Jair Ventura

Gazeta Esportiva

TAGS