PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Até duelo contra o Bayern, jogadores do PSG estão proibidos de dar entrevistas

Os jogadores do Paris Saint-Germain estão proibidos de darem entrevistas até o confronto contra o Bayern de Munique, no meio da semana que vem, pela segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. Diante da forte repercussão da polêmica envolvendo Neymar e Cavani, o diretor desportivo do clube, Antero Henriques, decretou a medida [?]

15:45 | 20/09/2017

Os jogadores do Paris Saint-Germain estão proibidos de darem entrevistas até o confronto contra o Bayern de Munique, no meio da semana que vem, pela segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. Diante da forte repercussão da polêmica envolvendo Neymar e Cavani, o diretor desportivo do clube, Antero Henriques, decretou a medida para voltar o foco do elenco totalmente à disputa do torneio europeu, já que os alemães são os principais adversários desta primeira fase.

Segundo a informação do Le Parisien, as coletivas de imprensa, por outro lado, ocorrerão normalmente. O técnico Unai Emery falará para os jornalistas nesta quinta-feira, que antecede o jogo do fim de semana contra o Montpellier, pelo Campeonato Francês, e na próxima terça-feira, já às vésperas do grande jogo, quando estará acompanhado de um de seus comandados.

A polêmica a cerca de Neymar e Cavani surgiu no último fim de semana, na vitória sobre o Lyon. Na primeira instância, o uruguaio manifestou a intenção de bater uma falta, quando Daniel Alves tirou a bola de suas mãos e a entregou a Neymar. Na segunda, o camisa 9 já ajeitava a redonda na marca do pênalti quando o brasileiro chegou e pediu permissão para efetuar a cobrança. O pedido foi negado e Cavani acabou vendo seu chute ser espalmado pelo goleiro do Lyon. As câmeras que televisionaram o jogo flagraram o desentendimento entre os companheiros de time nas duas oportunidades e a situação ganhou manchetes pelo mundo inteiro.

 

Gazeta Esportiva

TAGS