Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Ancelotti: ?Verratti usou o Barcelona para melhorar seu contrato no PSG?

Carlo Ancelotti, atual treinador do Bayern, vai reencontrar o Paris Saint-Germain nesta quarta-feira pela Liga dos Campeões e falou muito sobre seu antigo clube em entrevista concedida ao Le Figaro. O comandante italiano revelou o motivo pelo qual Verrati não saiu de Paris, falou sobre as ambições do rival e o impacto que a chegada [?]
13:30 | Set. 25, 2017
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Carlo Ancelotti, atual treinador do Bayern, vai reencontrar o Paris Saint-Germain nesta quarta-feira pela Liga dos Campeões e falou muito sobre seu antigo clube em entrevista concedida ao Le Figaro. O comandante italiano revelou o motivo pelo qual Verrati não saiu de Paris, falou sobre as ambições do rival e o impacto que a chegada de Neymar pode causar para quem for enfrentar o time de Unai Emery.

Marco Verrati esteve nas manchetes durante toda a janela de transferências com uma possível saída para Barcelona. Para Ancelotti, não passou de uma oportunidade do jogador se valorizar no PSG. ?Às vezes, atitudes como a dele me incomodam. Durante a janela de transferência, muitos jogadores demonstram querer sair, mas não sei se eles realmente querem ou apenas usam isso para melhorar seu contrato. No caso do Verratti, conheço ele e queria apenas um aumento?, disse o treinador.

A diferença entre o Bayern de Munique e o PSG é muito clara para o comandante italiano. ?Aqui nós já temos a nossa identidade e o Paris Saint-Germain ainda procura a deles. Mas Paris já está no nível dos melhores. Quando um clube compra jogadores a esse preço e a esse nível, tem que ter tempo para entrar na mentalidade da equipe. Esse é o desafio deles. Com Neymar e Mbappé tende a ser diferente, mas eles não me assustam. Tenho respeito pelo clube e admiro todo o coletivo, dois ou três jogadores não ganham um título sozinhos?, afirmou Ancelotti.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A vida extra-campo do PSG é tema dos noticiários esportivos, principalmente depois da polêmica envolvendo Neymar e Cavani. Para Ancelotti, o tratamento com os atletas é a parte mais difícil do trabalho de treinador. ?O gerenciamento do elenco é a parte mais complicada. Você tem que motivá-los todos os dias, porque o psicológico é mais difícil que o técnico e o tático. Naquele momento do diálogo, se trata de uma pessoa, não de um atleta, e isso é essencial saber diferenciar?, completou o comandante do Bayern.

 

 

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags