select ds_midia_link from midia where cd_midia = limit 1
Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Jucilei minimiza tabu tricolor: ?Não ganham no Morumbi há 15 anos?

Às vésperas do Choque-Rei, o volante Jucilei tratou de minimizar nesta quinta-feira o péssimo retrospecto do São Paulo no reformado Palestra Itália. Em entrevista coletiva, no CCT da Barra Funda, o volante lembrou que o rival não vence no Morumbi desde 2002. Depois da reinauguração do estádio alviverde, em 2014, o São Paulo amargou quatro [?]
15:45 | Ago. 24, 2017
Autor -
Foto do autor
- Autor
Tipo Notícia

Às vésperas do Choque-Rei, o volante Jucilei tratou de minimizar nesta quinta-feira o péssimo retrospecto do São Paulo no reformado Palestra Itália. Em entrevista coletiva, no CCT da Barra Funda, o volante lembrou que o rival não vence no Morumbi desde 2002.

Depois da reinauguração do estádio alviverde, em 2014, o São Paulo amargou quatro derrotas em quatro partidas. Foram ainda 12 gols sofridos e apenas um marcado.

?Sabemos que jogar lá é difícil, mas também tem 15 anos que o Palmeiras não ganha no Morumbi. Temos de ganhar lá, sabemos que vai acontecer, que seja no domingo. Tabu existe para ser quebrado?, ressaltou o camisa 25.

Os tradicionais rivais se enfrentam a partir das 16 horas (de Brasília), pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ambas as equipes chegam para o Choque-Rei sob pressão. Recém-eliminado da Copa Libertadores da América, o Palmeiras vem de derrota para a Chapecoense, em casa. Já o São Paulo voltou ao 17º lugar e à zona de rebaixamento após o empate com o Avaí, no último domingo.

?Clássico é sempre difícil, decidido em detalhes, temos que ganhar. Nossa situação é muito mais difícil do que a do Palmeiras, estamos na zona de rebaixamento. Vamos tentar fazer o melhor e vencer, que vença o São Paulo?, avaliou.

Único jogador do São Paulo a atuar em todas as 21 partidas do Brasileirão, Jucilei não tem boas lembranças da primeira vez em que enfrentou o Palmeiras como visitante. Em março, o Tricolor foi derrotado por 3 a 0, pelo Campeonato Paulista, e o volante ainda deixou o clássico machucado.

?Tinha recém-chegado ao São Paulo e estava muito mal fisicamente, e assim é muito difícil em clássico. Naquele jogo tomei uma pancada do Egídio no joelho e saí no intervalo do jogo. Sabemos o quão difícil, mas sabemos que temos totais condições de vencer lá?, recordou.

No primeiro turno do torneio nacional, contudo, o Tricolor fez valer o mando de campo e venceu o Palmeiras por 2 a 0, ampliando o tabu do rival no Morumbi para 15 sem vitórias. Com um time diferente, Jucilei espera que o São Paulo volte a prevalecer sobre o arquirrival, desta vez fora de casa.

?Nossa equipe mudou muito. Saíram o Thiago Mendes, Maicon, Luiz Araújo, eram jogadores que estavam bem entrosados. Chegaram outros, mas até pegar o entrosamento demora. O primeiro turno nos prejudicou, tivemos nove derrotas, agora é continuar trabalhando, não tem outro jeito, o resultado tem que vir?, encerrou.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Filme italiano "Laços" se baseia em romance de Domenico Starnone

Cinema
2021-08-01 18:24:00
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Como se sabe, as técnicas de amarrar são traiçoeiras. E isso vale tanto para os nós dos cordões de sapatos como os vínculos familiares. Muito frouxos, podem se desfazer e provocar tombos; apertados em demasia, incomodam e fazem mal à circulação Os arranjos familiares, que podem significar tanto opressão quanto segurança, são o tema de Laços, filme italiano de Daniele Luchetti baseado em romance de Domenico Starnone, já publicado no Brasil pela Todavia.

Aldo (Luigi Lo Cascio) e Vanda (Alba Rohrwacher) são casados e têm dois filhos. A união é abalada pela entrada em cena de Lidia (Linda Caridi), colega de trabalho de Aldo, um radialista especializado em literatura. O casamento desmorona, Aldo vai morar com Lidia, mas também esse relacionamento não dura muito e ele volta para a esposa.

Leia Também | Lady Gaga divulga primeiro cartaz de "House of Gucci"

Há um salto no tempo, com o casal Aldo e Vanda já idoso, e com os personagens agora interpretados por Silvio Orlando e Laura Morante. Eles continuam a viver em seu espaçoso apartamento em Nápoles, cheio de livros e recordações. E também de alguns fantasmas do passado. Os filhos estão crescidos. Sandro (Adriano Giannini) e Anna (Giovanna Mezzogiorno) são dois tipos mais amargos que solares.

O rapaz vem de casamentos desfeitos. A irmã parece não se interessar por nada, exceto em vender o apartamento dos pais e resolver seus problemas financeiros.

A família descrita por Starnone, e retomada por Lucchetti, é um agrupamento despojado de afeto. Aldo voltou de sua aventura extraconjugal de cabeça baixa e teve de se submeter ao jugo de uma esposa ressentida. Os filhos sofreram com o ambiente em que se criaram e se tornaram adultos sem luz própria.

Leia Também | Amazon Prime Video: Confira os lançamentos de filmes e séries em agosto

Como na prosa de Starnone, também no filme os pequenos detalhes são fundamentais. Os laços são metáforas das relações humanas, mas também significam uma forma concreta de o pai ausente se reaproximar dos filhos. Reaproximação ilusória, como se verá. O apartamento da família é outra entidade simbólica, personagem mudo na história, no qual se escondem objetos sutis, alguns comprometedores, como a caixinha que esconde fotos que não deveriam ser vistas por ninguém. Há mistérios, como a destruição da casa sem que nenhum objeto de valor tenha desaparecido. Um mistério que é menos policial do que expressão das contradições afetivas em jogo numa estrutura familiar minada pela base.

O filme é bom, mas não preserva o encanto do livro. Neste, Starnone pode se dar ao luxo de sutilezas, numa narrativa em três níveis, concedendo voz ao marido, à mulher e depois aos filhos. Uma polifonia em que todos defendem sua razão sem que nenhum acordo pareça possível. Na narrativa cinematográfica, tudo se mistura um pouco mais, com idas e voltas frequentes no tempo. No entanto, os desfechos e conclusões parecem abruptos demais, saltos que servem, de fato, para surpreender o espectador, mas também denotam certa carência de nuances. No percurso, um pouco da subjetividade dos personagens é perdida.

Leia Também | Último romance de Octavia Butler, "Fledgling" será adaptado pela HBO Max

Salvo esses trancos inesperados, a narrativa proposta por Luchetti parece fluida e ancorada numa bela dupla de intérpretes, Luigi Lo Cascio e Alba Rohrwacher. A coisa já não anda tão bem quando avança no tempo e então são Silvio Orlando e Laura Morante a encarnar o casal, trinta anos mais velho. Não por deficiência do ator ou da atriz, ambos ótimos, mas pela falta de química entre eles. Algo não funciona.

De qualquer forma, a história é intrigante, como são todas as contadas por Domenico Starnone, tido como o grande autor italiano da atualidade. Várias de suas obras já foram publicadas no Brasil. Além de Laços, Segredos e Assombrações, romances breves e contundentes. Textos que escavam o subsolo das relações familiares e expõem à luz do dia velhos fantasmas, esqueletos saídos do armário, teias de aranha, lembranças incômodas, ciúmes ancestrais e ressentimentos sempre vivos. Tranqueiras mentais que, vindas do passado, atormentam as pessoas no presente. Com distribuição da Synapse Distribution, o filme chega às plataformas Claro Now, Vivo Play, Sky Play, iTunes / Apple TV , Google Play e YouTube Filmes.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Polícia prende grupo em Icó portando arma de fogo, drogas e balança de precisão

Segurança
2021-08-01 18:03:00
Autor Carlos Viana
Foto do autor
Carlos Viana Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Quatro adultos foram presos e uma adolescente apreendida por uma equipe da Polícia Militar do Ceará (PM-CE), em Icó, a 361,3 km de Fortaleza. A ação ocorreu por volta das 21h de sábado, 31. O grupo é acusado de porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. Com o grupo foram apreendidos um revólver calibre 38, 17 munições, 220 gramas de maconha, uma balança de precisão, aparelhos celulares e R$ 46,50 em dinheiro.

A prisão ocorreu após a Polícia receber uma denúncia anônima sobre um suspeito que estava foragido na região. Ao chegar no local, os policiais encontraram um indivíduo conhecido como “Pretinho“, portando uma arma de fogo. Com ele, a PM deteve os outros quatro suspeitos, que preparavam drogas para a distribuição.

Na ação foram presos Anderson Rian Silva de Araújo, de 18 anos, Halisson Ruam Silva de Araújo, de 19 anos, Bruna Silva Valentim, de 20 anos, Maria Glória Silva Landim de 19 anos, além de uma adolescente de 17 anos. O grupo, juntamente com o material apreendido foi encaminhado à Delegacia Regional de Icó.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Manifestações pelo voto auditável reúnem pessoas e várias capitais

Geral
2021-08-01 17:52:28
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Milhares de pessoas foram às ruas, neste domingo (1º), em uma manifestação pelo voto impresso auditável, nas eleições de 2022. Os atos ocorrem em várias cidades e, principalmente, nas capitais. Pela manhã, ocorreram atos em Brasília, no Rio de Janeiro, em Belo Horizonte, Goiânia, Salvador, Maceió e São Luís.

Em Belo Horizonte, a manifestação se concentrou na Praça da Liberdade e, em Salvador, no Farol da Barra. Na capital federal, as pessoas ficaram em frente ao Museu da República, na Esplanada dos Ministérios. No Rio de Janeiro, os manifestantes ocuparam parte da Avenida Atlântica, em Copacabana. 

À tarde, milhares de manifestantes começaram a se reunir na Avenida Paulista, em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp).

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Fóssil de dinossauro é encontrado no interior de SP

Geral
2021-08-01 17:37:46
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um fóssil, aparentemente de um Titanossauro, foi localizado a poucos centímetros da lateral de um talude, em uma obra rodoviária em Marília, no interior de São Paulo. Ele foi identificado na fase final do corte de material - que ficou interrompido por dois meses até a extração completa do exemplar de um osso de pata, de um metro, concluída semana passada.

A rotina das equipes foi completamente alterada para preservar um tesouro sepultado há milhões de anos, encontrado a uma profundidade de 10 metros da superfície nas obras de duplicação da SP-333 – Rodovia Dona Leonor Mendes de Barros, na divisa entre Marília e Júlio Mesquita, a 400 quilômetros de São Paulo. 

Fóssil de dinossauro é encontrado no interior de SP
Fóssil de dinossauro é encontrado no interior de SP - Divulgação/ Entrevias/ Direitos Reservados

No momento da identificação, conforme previsto no Programa de Monitoramento e Acompanhamento Paleontológico, técnicos de engenharia e de meio ambiente da Entrevias Concessionária de Rodovias, responsável pela obra e concessão do trecho rodoviário, optaram pela suspensão imediata dos serviços no local, na etapa final do cronograma de duplicação da rodovia. 

“Sabemos da importância deste material para a história e a ciência. Nossas equipes são treinadas para a observação e acionamento do corpo técnico sempre que identificada a presença de material fora dos padrões nas escavações ou na terraplanagem. Esta descoberta é motivo de comemoração para todos que estiveram envolvidos neste projeto de ampliação da ligação Marília-Júlio Mesquita”, afirma o gerente de Engenharia da Entrevias, Fábio Milano.

A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP), que regula a malha viária concedida no estado, diz que se compromete com a preservação de todo o material histórico e artístico que possa ser encontrado nos 11.2 mil quilômetros de rodovias paulistas em concessão. Assim, estipula em todo contrato que a concessionária observe a legislação ambiental e de preservação de patrimônios artísticos e arqueológicos e obtenha todas as licenças prévias, seja qual for a interferência a ser feita no entorno. 

“Desta forma, durante as obras de melhorias nas vias, se forem encontradas peças que são, na verdade, tesouros da humanidade, sabemos que a obra será suspensa e que o Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Arqueológico, Artístico e Turístico (CONDEPHAAT) - nos caso de peças artísticas - e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) - quando são peças arqueológicas - serão comunicados e os achados terão o destino adequado”, explicou o superintendente da gerência de Meio Ambiente da Agência, Pedro Umberto Romanini.

Operação meticulosa 

O desafio de extrair o fóssil intacto foi assumido por paleontólogos da empresa A Lasca e do Museu de Paleontologia de Marília. Iniciada com martelo e talhadeira, a operação meticulosa de retirada da formação rochosa no entorno do fragmento evoluiu para uma ferramenta de perfuração de impacto mínimo, para evitar qualquer trinca que prejudicasse a peça. Envolvido em uma dura camada de arenito – rocha formada por areia aglutinada e cimento natural, densa como quartzo -, o fóssil custou o trabalho de quase dois meses dos profissionais.

O exemplar, ainda na forma bruta, será encaminhado para o Museu de Paleontologia de Marília, onde será limpo. Em uma análise preliminar, acredita-se tratar-se do fêmur de um dinossauro do período cretáceo, conhecido como período final da “era dos dinossauros”, ocorrida há pelo menos 65 milhões de anos. 

“Acreditamos tratar-se da pata de um titanossauro. Após o salvamento e retirada da matéria do entorno teremos mais condições de estudá-lo detalhadamente”, afirma o geólogo Nilson Benuci, que conduziu as escavações para extração do fóssil.

Em 2009, na mesma região, no km 303, paleontólogos encontraram 70% do esqueleto de um titanossauro. Os fragmentos, mais de 50 peças, encontram-se na Universidade de Brasília (UnB). 

“Marília, e outras cidades da região, é muito rica neste tipo de fóssil, os titanossauros”, completou o coordenador do Museu de Paleontologia de Marília, o paleontólogo William Nava. Ele informou ainda, que a peça chegou nesta terça-feira (27) no museu e que logo após a reinauguração do local, que encontra-se em reforma, a peça será exposta para os visitantes. 

Duplicação da rodovia

A Entrevias executa um extenso cronograma de obras de duplicação e modernização da rodovia SP-333, entre Borborema e Florínea. A empresa avança para a reta final da duplicação de 19 quilômetros entre Marília e Júlio Mesquita e outros 64 quilômetros de rodovia estão em ampliação entre Marília, Echaporã e Assis. As obras fazem parte do Programa de Concessões de Rodovias do Estado de São Paulo.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Camilo parabeniza ginasta Rebeca Andrade pelo ouro nas Olimpíadas: "Você é uma guerreira"

OLIMPÍADAS
2021-08-01 17:25:00
Autor
Tipo Noticia

O governador Camilo Santana (PT) parabenizou a ginasta brasileira Rebeca Andrade pela conquista da medalha de ouro nas Olímpiadas de Tóquio. "A primeira campeã olímpica da história da ginástica artística feminina do Brasil. A segunda medalha dela nos jogos de Tóquio. Superou três cirurgias no joelho para colocar seu nome entre as maiores das Olimpíadas. Parabéns, Rebeca. Você é uma guerreira", escreveu em publicação no Instagram.

Com apenas 22 anos, Rebeca alcançou a primeira posição na final do salto na manhã deste domingo, 1º. A vitória soma com a prata conquistada no individual geral na quinta-feira, 29, e marca outro feito histórico. Ela foi a primeira ginasta brasileira a subir no lugar mais alto do pódio em uma Olimpíada e também foi a única brasileira a ganhar duas medalhas na mesma Olimpíada.

A atleta foi a única com nota média acima de 15.000 no salto, liderando o ranking composto pela americana Mykayla Skinner, com 14,916, e a sul-coreana Seojeong Yeo, terceiro lugar do pódio com 14,733. Rebeca disputa a final do solo na segunda-feira, 2, com prova prevista para 5h57min.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags