PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Ferraz lamenta ausência de Bruno Henrique e Copete contra o Flu: ?Fazem a diferença?

Apesar do empate em 0 a 0 com o Fluminense, na noite desta segunda-feira, o Santos não teve uma apresentação ruim no Pacaembu, em confronto válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ao contrário do que aconteceu contra o Atlético-PR, na última quinta, pela Libertadores, o Peixe conseguiu dominar o Fluminense, principalmente no primeiro tempo, [?]

23:36 | 14/08/2017

Apesar do empate em 0 a 0 com o Fluminense, na noite desta segunda-feira, o Santos não teve uma apresentação ruim no Pacaembu, em confronto válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ao contrário do que aconteceu contra o Atlético-PR, na última quinta, pela Libertadores, o Peixe conseguiu dominar o Fluminense, principalmente no primeiro tempo, e só não saiu de campo com a vitória pois seus dois pontas estavam bem apagados.

Com a missão de substituir Bruno Henrique e Copete, respectivamente, Vladimir Hernández e Thiago Ribeiro decepcionaram. Dando pouca opção de passe e sem conseguir penetrar na zaga adversária, a dupla pouco criou e acabou sendo substituída na segunda etapa.

Para o lateral-direito Victor Ferraz, a ausência dos atacantes titulares, poupados por Levir Culpi, fez a diferença para o alvinegro não conseguir furar a defesa carioca.

?Bruno Henrique e Copete são jogadores de drible que fazem a diferença. Mas o pessoal que substituiu tentou fazer o máximo que podia. Tentaram fazer o que deu e o Fluminense é muito fechado. Os volantes dificilmente passam. São sete atrás da linha da bola, por isso arriscamos de fora da área. Pelo menos nos organizamos?, explicou o camisa 4 do Santos na saída do gramado.

Com a igualdade diante do Fluminense, o alvinegro segue no G3, mas parou nos 36 pontos e não encostou nos líderes Grêmio e Corinthians. Na 21ª rodada, os santistas viajam até o Paraná para o duelo contra o Coritiba, no próximo domingo, às 19h (de Brasília), no Couto Pereira.

Gazeta Esportiva

TAGS