PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Encontro de lendas do Barça com ditador do Zimbabwe gera polêmica

Dois dos ex-jogadores que formam o grupo denominado Barcelona Legends, que também conta com os brasileiros Ronaldinho Gaúcho, Rivaldo, Edmílson e Belletti, compareceram a um encontro polêmico no Zimbabwe. Os holandeses Patrick Kluivert e Edgar Davids foram os embaixadores que compareceram à reunião, neste final de semana, para a organização de uma partida das ?lendas? [?]

18:25 | 14/08/2017

Dois dos ex-jogadores que formam o grupo denominado Barcelona Legends, que também conta com os brasileiros Ronaldinho Gaúcho, Rivaldo, Edmílson e Belletti, compareceram a um encontro polêmico no Zimbabwe. Os holandeses Patrick Kluivert e Edgar Davids foram os embaixadores que compareceram à reunião, neste final de semana, para a organização de uma partida das ?lendas? no país.

A iniciativa seria louvável, não fosse pelas condecorações feitas ao presidente africano Robert Mugabe, conhecido por estabelecer políticas ditatoriais e conservadoras, duramente criticado por desrespeitar os direitos humanos e por utilizar a violência em seu regime.

Aos 93 anos de idade, o presidente mais velho do mundo já não conta com a mesma saúde de quando assumiu o poder, em 1980, ano em que o Zimbabwe teve sua independência reconhecida. Todavia, ele voltará a se candidatar ao cargo de presidente nas eleições de 2018, pela oitava vez seguida. Todas as suas vitórias são questionadas pela oposição que, por mais que apontem fraudes e ilegalidades nos processos eleitorais, não contam com apoio suficiente para derrubar o regime atual. Em 2008, Morgan Tsvangirai, que nas pesquisas aparecia à frente de Mugabe durante a campanha presidencial, desistiu da candidatura após ver alguns de seus apoiadores violentados e assassinados.

Os Barcelona Legends, além de iniciarem conversas para organizar a partida que ocorreria em novembro, planejam abrir um centro de treinamento para crianças no país africano. De presente, levaram uma camiseta do clube catalão com o nome do presidente Robert Mugabe nas costas.

 

Gazeta Esportiva

TAGS