PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Corinthians defende aproveitamento impecável na Arena Condá

O Corinthians tem a seu favor um retrospecto impecável na Arena Condá, onde enfrentará a Chapecoense nesta quarta-feira. Em três jogos disputados no estádio catarinense, o time paulista conquistou três vitórias ? 1 a 0 em 4 de maio de 2014, 3 a 1 em 30 de agosto de 2015 e 2 a 0 em [?]

09:15 | 23/08/2017

O Corinthians tem a seu favor um retrospecto impecável na Arena Condá, onde enfrentará a Chapecoense nesta quarta-feira. Em três jogos disputados no estádio catarinense, o time paulista conquistou três vitórias ? 1 a 0 em 4 de maio de 2014, 3 a 1 em 30 de agosto de 2015 e 2 a 0 em 9 de julho do ano passado.

Presente em todas essas partidas, o goleiro Cássio evitou valorizar demasiadamente os números. ?Espero que a gente possa continuar vencendo lá, mas, se analisarmos essas três partidas, veremos que tivemos que ser bem consistentes para merecer os resultados. É muito complicado jogar na casa da Chapecoense?, respeitou.

O primeiro triunfo corintiano na Arena Condá foi assegurado com gol do antigo ídolo Paolo Guerrero, peruano que irritou a torcida ao trair a promessa de só defender o Corinthians no Brasil e está no Flamengo. No segundo, Elias, Vagner Love e Jadson fizeram a diferença. E, no mais recente, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel anotaram pelo time que tinha Cristóvão Borges como técnico.

?Foram jogos difíceis, em que fomos atacados e soubemos nos defender bem. Aí, fizemos os gols quando tivemos as oportunidades?, recordou Cássio, lembrando que a Chapecoense já deu trabalho para o Corinthians no primeiro turno do Brasileiro. Arrancou um empate por 1 a 1 em Itaquera, na estreia das duas equipes.

O Corinthians de Cássio e Carille tem evitado se apegar às estatísticas, preocupando-se em demonstrar respeito pelos adversários publicamente, para ficar em alta na competição nacional. Nem mesmo a invencibilidade de 34 jogos, quebrada pelo Vitória no último sábado, era uma marca exaltada com exagero.

?Muitas vezes, alcançamos alguns números sem saber. Somos informados pela imprensa. É lógico que esperávamos demorar a perder o máximo de tempo possível, mas, infelizmente, a derrota veio. Agora, tudo segue normalmente, com a mesma naturalidade de antes?, pregou Cássio.

Gazeta Esportiva

TAGS