PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Chape é derrotada por Urawa Reds e fica com o vice da Copa Suruga

Em mais uma partida internacional de sua história, a Chapecoense entrou em campo para decidir a Copa Suruga 2017, diante do japonês Urawa Reds, no estádio Saitama 2002, na manhã desta terça-feira, e não teve sucesso: sem demonstrar um bom futebol, a equipe brasileira sofreu um gol de pênalti no final, marcado por Abe, perdeu [?]

09:35 | 15/08/2017

Em mais uma partida internacional de sua história, a Chapecoense entrou em campo para decidir a Copa Suruga 2017, diante do japonês Urawa Reds, no estádio Saitama 2002, na manhã desta terça-feira, e não teve sucesso: sem demonstrar um bom futebol, a equipe brasileira sofreu um gol de pênalti no final, marcado por Abe, perdeu por 1 a 0 e ficou com o vice-campeonato.

Apesar de se tratar de uma competição amistosa, viu-se em campo muitas faltas duras, desnecessárias dos dois lados. Aos 42 minutos da etapa final, o Urawa Reds aproveitou um vacilo de Lucas Marques na entrada da área e conquistou a penalidade. Após muita reclamação do Verdão do Oeste, o capitão Abe foi e fez o único gol do jogo.

Desta forma, a Chape embolsou 60 mil dólares, enquanto os japoneses receberam 200 mil dólares. Agora pressionado, afinal não vence uma partida desde 23 de julho, o clube retorna ao Brasil para enfrentar o Palmeiras, no Palestra Itália, às 19h (de Brasília) do próximo domingo. Atualmente, o time comandado por Vinícius Eutrópio está na zona de rebaixamento com 22 pontos ganhos.

O jogo ? O primeiro tempo não teve grandes emoções e chances claras de gol. Após deixar a Chape propor o jogo no início da partida, os japoneses encurralaram e atuaram no campo de ataque, em sua maioria, até a ida ao intervalo.

Pelo cenário, e por pouco agredir a meta rival, o Verdão do Oeste conseguiu segurar o zero no placar ? saindo no lucro ? muito por conta da falta de qualidade do Urawa Reds, que, apesar de bastante organizado, foi previsível nas ações ofensivas e não obrigou Jandrei a trabalhar duro.

Na segunda etapa, a mudança de postura fez a Chape melhorar e ocupar mais o meio-campo. Aos 13 minutos, os brasileiros tiveram a primeira grande chance: Arthur foi lançado, bateu de canhota, e Enomoto defendeu. No rebote, o próprio jogador, sem ângulo, mandou para fora.

Depois disso, as duas equipes passaram a apostar na bola aérea para abrir o placar. Entre cruzamentos malsucedidos e muitas faltas duras, de ambos os lados, apesar de se tratar de uma partida amistosa, o confronto se encaminhava para os pênaltis.

Aos 42 minutos, porém, Lucas Marques vacilou na entrada da área e a bola sobrou para Ljubijankic. O atacante fazia a proteção quando foi derrubado por Douglas Grolli, penalidade. Os atletas brasileiros reclamaram bastante, o árbitro cogitou voltar atrás, mas, depois de cinco minutos de paralisação, o capitão Abe foi para a cobrança e fez. Jandrei até pulou para o mesmo canto, mas não conseguiu evitar.

Com isso, a Chape se lançou ao ataque. Forte na bola pelo alto, Luiz Otávio foi acionado por Vinícius Eutrópio, no lugar de Luiz Antonio, e a equipe brasileiro pressionou em busca do gol. Ele, no entanto, não veio e os japoneses levaram o título e 200 mil dólares.

Gazeta Esportiva

TAGS