PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Aliviado após estreia, Nilmar aposta na velocidade e busca entrosamento

Depois de 15 meses sem atuar oficialmente, Nilmar voltou a entrar em campo na noite do último domingo, quando estreou pelo Santos no empate em 0 a 0 com o Coritiba, no Couto Pereira, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Relacionado de última hora por conta de uma pancada nas costas sofrida pelo titular Ricardo [?]

20:02 | 21/08/2017

Depois de 15 meses sem atuar oficialmente, Nilmar voltou a entrar em campo na noite do último domingo, quando estreou pelo Santos no empate em 0 a 0 com o Coritiba, no Couto Pereira, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Relacionado de última hora por conta de uma pancada nas costas sofrida pelo titular Ricardo Oliveira no treino do último sábado, o atacante atuou por 27 minutos e teve atuação discreta. Porém, Nilmar comemorou o retorno e agora busca melhorar o entrosamento com o elenco santista.

?No futebol acontecem algumas coisas que nem acreditamos. Infelizmente por um acidente de trabalho com o Ricardo Oliveira acabei vindo para esse jogo, coisa que em princípio não estava planejada, mas estava ansioso para poder entrar e atuar pelo Santos. Venho me preparando para isso. O time tem muita qualidade. Não treinamos muito juntos ainda, porque eles estavam sempre jogando, enquanto eu fazia um trabalho diferente deles. Mas com a qualidade fica mais fácil buscar um entrosamento?, explicou o ex-jogador do Internacional ao site oficial do Santos.

Nilmar foi apresentado no dia 10 de julho, quando começou o processo de recuperação física e técnica para poder ficar à disposição de Levir. A previsão do departamento médico do clube era que o atacante poderia estrear no início de setembro, mas ele surpreendeu os santistas e conseguiu antecipar seu retorno aos gramados. E mesmo com 33 anos, o centroavante afirma que ainda tem a velocidade como sua principal aliada.

?Foi um mês de muita dedicação à parte física. Trabalhei muito nesse sentido para voltar a ter um bom condicionamento. Todos sabem que a velocidade é um dos meus pontos fortes. O campo pesado atrapalhou um pouco, mesmo assim consegui uma boa arrancada durante o jogo. Estou contente pela estreia, mas sei que ainda tenho que melhorar para poder ajudar o Santos?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS