PUBLICIDADE
natural
NOTÍCIA

Depois de 16 anos de ESPN, Mauro Cezar anuncia saída da emissora

O jornalista ressaltou incompatibilidade com novo contrato proposto pela emissora

13:07 | 02/01/2021
Jornalista esportivo Mauro Cezar estava há 16 anos da ESPN (Foto: reprodução ESPN)
Jornalista esportivo Mauro Cezar estava há 16 anos da ESPN (Foto: reprodução ESPN)

 

Na manhã deste sábado, 2, o jornalista esportivo Mauro Cezar anunciou sua saída da emissora ESPN. De acordo com o comentarista, o ambiente da emissora da Disney “não é mais o mesmo”. O comunicado veio através de uma postagem no Instagram, na ocasião, Mauro explicou que, ao observar o contrato de renovação, notou uma clausula de exclusividade, que não demostrava ser vantajosa.

“Recentemente, lá de fora, veio outra alteração que modifica a relação com funcionários. A inflexível proposta do grupo para renovar contrato trazia em anexo um 'cadeado' onde se lia 'exclusividade'! E sem grandes contrapartidas. Em 2021? Nessa altura da vida, com quase 38 anos de carreira? Abrir mão de tudo? Seria frustrante, além de um retrocesso profissional”, disse se referindo à emissora da Disney.

Além da ESPN, Mauro também contribuía como colunista nos jornais O Estado de S. Paulo e Gazeta do Povo, e um blog esportivo no UOL, participações que teria de abandonar caso aceitasse a exclusividade. O jornalista também tem projetos pessoais como seu canal no Youtube, além de suas redes sociais e podcasts como Posse de Bola e Muito Mais do que Futebol.

Mauro também frisou mudanças internas na dinâmica da ESPN. “Jamais fui de reclamar de emprego sem me mexer. Se não estava bom, procurava outro. E nunca trabalhei por tanto tempo no mesmo lugar. Mas a ESPN não é mais o mesmo lugar. Mudou, deixou de ser meu habitat. Melancólico admitir, mas como disfarçar? Direito dela, claro”, desabafou.

No momento, o jornalista também agradeceu ao amigo, atualmente na TV Globo, Paulo Cesar Vasconcellos, pela indicação à ESPN, e a companheiros de trabalho que tentaram negociar sua permanência :“Mesmo sem êxito, agradeço o empenho da diretoria brasileira, que tentou minha permanência, reconhecendo meu valor profissional”.