PUBLICIDADE
natural
NOTÍCIA

Hamilton assume a pole no GP da Bélgica de F1 e faz homenagem ao ator Chadwick Boseman, o "Pantera Negra"

O ator Chadwick Boseman, conhecido por interpretar o herói Pantera Negra no universo cinematográfico Marvel, morreu na noite desta sexta-feira, 28, aos 42 anos

14:10 | 29/08/2020
Lewis Hamilton homenageou o ator Chadwick Boseman após conseguir sua 93ª pole position, no grande prêmio da Bélgica de Fórmula 1 (Foto: FRANCOIS LENOIR/ AFP)
Lewis Hamilton homenageou o ator Chadwick Boseman após conseguir sua 93ª pole position, no grande prêmio da Bélgica de Fórmula 1 (Foto: FRANCOIS LENOIR/ AFP)

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) conquistou a "pole position" do GP da Bélgica, neste sábado, 29, em Spa-Francorchamps, e a dedicou ao ator americano Chadwick Boseman, o "Pantera Negra", falecido de câncer.

Esta é a quinta "pole" de Hamilton em sete corridas em 2020.

No treino de classificação, Hamilton superou seu companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas, e dois pilotos que já foram seus colegas de escuderia: o holandês Max Verstappen (Red Bull) e o australiano Daniel Ricciardo (Renault).

Um ano após ter conquistado as duas primeiras colocações do grid no mesmo circuito e depois da vitória na corrida das mãos de Charles Leclerc, o cenário é radicalmente diferente para a Ferrari, que está tendo uma temporada decepcionante. O monegasco marcou o 13º melhor tempo, e seu parceiro alemão Sebastian Vettel, o 14º.

Na terceira linha, ficam o tailandês Alexander Albon (Red Bull) e o francês Esteban Ocon (Renault); e, em quarto, o espanhol Carlos Sainz Jr (McLaren) e o mexicano Sergio Pérez (Racing Point).

"É uma pole especial para mim", afirmou Hamilton, o primeiro piloto negro da história da F1.

"Quando acordei, soube da triste notícia da morte de Chadwick. 2020 já era difícil por si só, e essa notícia me abalou. Não foi fácil me encontrar de novo, mas eu sabia que tinha que ir para a pista e pilotar com perfeição", contou.

Protagonista do filme "Pantera Negra" de 2018, Boseman, de 43 anos, tornou-se o primeiro ator a interpretar um super-herói negro.